Postagens

Em destaque:

Por que animes na TV aberta estão fadados ao fracasso hoje?

Imagem
Estou praticamente desabafando aqui com muito desapontamento e certa tristeza: A TV aberta está simplesmente à beira da morte. As doses dessa "injeção letal" são homeopáticas. No que tange aos animes, especialmente, eu pouparia esse texto de comentários super-prolongados, só que tamanha insatisfação, mesmo não mais acompanhando esse veículo, me leva a fazer exatamente o contrário, mas vou me conter. A questão é: Por que diabos ainda insistem em pedir exibição de animes em rede de televisão aberta em época de Netflix, Crunchyroll e inúmeros serviços online, oficiais ou não, dominando esse meio, tornando-se altamente acessíveis e se fazendo alternativas insubstituíveis? "Ah por que ver na TV é mais nostálgico" Peguemos como exemplo mais notório a Rede Brasil que em 2016 investiu numa programação contendo animes iniciando com Dragon Ball Z e Cavaleiros do Zodíaco, dois pesos-pesados que dispensam comentários em matéria de saudosismo e nostalgia. No entanto, um tempin…

Análise do trailer do remake de Cavaleiros do Zodíaco da Netflix

Imagem
AVISO: Esta análise é um tanto diferente das feitas com os trailers de Dragon Ball Super: Broly pelo fato de não conter imagens para servir de complemento às descrições e considerações das cenas exibidas e também pesa a pouquidade de imagens liberadas já que o vídeo foi lançado há pouco tempo (na CCXP 2018). Outra diferença está na forma como conduzo a análise e nos três trailers do filme de DBS destrinchei cena por cena (não frame por frame), logo aqui isso não ocorreu, então procurei selecionar os principais trechos que mais chamaram atenção valendo como tópicos a serem pautados separadamente e só depois, por fim, dar meu parecer completo do que espero dessa série.

Introdução feita, bora pra análise:

Urnas trocadas por... pingentes (!?)

Como se trata de um repeteco de 99% do que todos os fãs estão cansados de ver, em relação ao enredo e às ambientações, peguei ao menos três momentos de certo destaque (inclusive um que causou um furor danado entre o fandom e reservei isso para o fina…

Crítica - Círculo de Fogo: A Revolta

Imagem
Novas armas, aparatos e melhores robôs ultramodernos... Mas cadê a história?

AVISO: A crítica abaixo contém SPOILERS

É de praxe no cinema norte-americano ocorrerem de filmes blockbusters "redondinhos" ganharem sequências que ambicionem a ultrapassagem de alguns limites no intuito de superar o que foi visto no primeiro filme, coisa que não é exclusividade de uma certa franquia com robozões que aqui é mencionada para fins de comparação. O primeiro Círculo de Fogo havia recebido uma direção segura e competente de Guillermo Del Toro - pelo que está claro na minha memória pois faz um tempinho que já assisti e fiquei com preguiça de fazer review. Eis que lançam uma sequência do grande sucesso de 2013 (que muita gente compara ao anime Evangelion) não fazendo absolutamente nada além do que se espera de um filme que dê continuidade à uma trama fechada em si própria mesmo que isso não seja de todo necessário. Mas o estúdio tem uma sede infinita de lucrar. E por que não metendo um band…

Capuz Vermelho - 5ª Temporada (Sinopse!)

Imagem
AVISO:

Não veja esta postagem caso não tenha lido nenhum capítulo das temporadas anteriores, pois o texto a seguir contém SPOILERS.

 _______________________________________________________________________________

Sinopse:

Uma nova ordem mundial em ascensão! A libertação de Belphegor, o primeiro demônio a existir na história, ameaça deflagrar consequências devastadoras para o mundo, principalmente pelo antigo candidato a governante do Tártaro mirar sua atenção nas eleições municipais e disputar o cargo de prefeito de Londres como ponto de partida para uma artimanha obscura contra a humanidade recebendo total apoio dos membros da Caosfera. Rosie vaga sem rumo pelo Tártaro como punição pelo seu dilema e paralelamente, na Terra, Hector forja uma improvável aliança com Pandora na busca irrefreável de resgatar aquela que jurou proteger e manter ao seu lado. Mas tudo que passa a envolver magia, cobra seu mais caro preço. Além disso, os demônios de Belphegor espalham-se por toda parte dissimul…

A irrisória discussão sobre o formato do novo filme de O Rei Leão (Live Action X Animação)

Imagem
Tem rolado nos últimos dias uma certa "problematização" quanto ao vindouro filme que aparentemente recontará de cabo à rabo a clássica história de Mufasa e Simba. O que vem mais sendo levantado são dúvidas relacionadas ao formato que o filme abrange. De um lado há aqueles argumentado que se trata de um live-action que pode ser considerado como tal mesmo utilizando técnicas avançadas de animação e do outro tem os defensores do aspecto de "novo filme animado" dando o parecer de que a enquadração do filme remete a uma animação em CGI e, portanto, seu gênero seria a animação. Ao menos foi isso que depreendi das comentários divergentes lidos. Aqui não convém criticar a Disney e sua onda de requentadas dos clássicos do seu Renascimento (época na qual o estúdio promoveu um Up na sua qualidade técnica e narrativa abordando histórias conhecidas e renomadas bem como atribuindo roupagens criativas).

Primeiramente, temos de ter uma ideia geral do que vem a ser uma obra live-a…

Frank, O Caçador - A Enciclopédia: Fantasmas

Imagem
Uma definição mais esclarecida possível é que são projeções da alma humana quando esta desencarna do corpo segundos após a morte. A projeção mantém as características físicas (a aparência geral), facilmente podendo enganar a muitos sobre a condição do indivíduo. Um fantasma é a completa manifestação de uma alma vagando pelo nosso mundo estando ela em busca da eternidade ou presa a um lugar específico para cometer vinganças.

A jornada de um fantasma passa por três etapas. A primeira ocorre na desvinculação ao corpo, o rompimento entre matéria e espírito ocasionado pela morte definitiva. Já a segunda se dá com a atividade do fantasma no plano físico, passando a conhecer sua natureza sobrenatural espontaneamente, bem como descobrindo o lugar onde as almas residem para ficarem seguras chamado de Dimensão Astral. E o terceiro e último, é a ascensão à eternidade que é simplesmente a alma adquirindo pureza e blindada contra forças malignas alcançando a própria salvação e em espíritos vingat…

Frank - O Caçador bateu recorde histórico no blog!

De suma importância que leia essa postagem antes de partir pro texto abaixo, por favor:

Qual é o padrão de visualizações do blog? 

Acabou de ler e compreendeu acerca de tudo que foi explicado? OK, muito bem. Ficou com preguiça e rejeitou o link? Tudo bem, sem problemas, embora seja necessário que não faça comparações com canais de Youtube. Sou um blogueiro que empreitou nesse trampo quando blogs deixaram de ser tendências populares há um bom tempo - o que por sinal é uma justificativa minimamente plausível da razão pela qual eu não consigo tantos leitores ativos. Portanto, nada de comparar com o sucesso de X youtuber, leve em conta a diferença de plataformas e internamente o engajamento também se difere. O blogueiro é o blogueiro e o youtuber é o youtuber. Separe e isole, gasparzinho camarada.

Dada a orientação, vamos direto ao central do ponto: Aconteceu uma coisa surpreendente e sem precedentes. Pouco faltando para 24 horas desde o horário da publicação, Frank - O Caçador, uma das s…

Crítica - Rendel

Imagem
O Justiceiro da Finlândia.

AVISO: A crítica abaixo contém SPOILERS.

Definitivamente estamos num período da história do cinema blockbuster em que a onda de filmes de super-heróis não mais se concentra no seu berço dourado americano, mas está se alastrando pelo mundo ainda que timidamente. A exemplos disso tivemos o horrendo Os Guardiões, a genérica produção russa que tentou descaradamente (falhadamente, no fim das contas) criar uma espécie de "Quarteto Fantástico" (clique aqui para ler a review) e o novo longa brasileiro que põe um vigilante mascarado no combate a corrupção chamado O Doutrinador. Surgira então Rendel em 2017 para surfar nessa onda, apesar dos poucos recursos dispostos, o que em nada é de muito prejudicial.

O quê? Estou prestes a avaliar favoravelmente um longa de super-herói não-americano? Por incrível que pareça (até mesmo pra mim), sim. À primeira vista a coisa aparenta ser pobre e por consequência pouco chamativa? Evidente que sim. Mas uma assistida com a …