Natasha: A caçadora de vampiros (parte 3)


  Naquele sombrio e imundo lugar, Natasha se vê encurralada, perdida, completamente sem rumo e sem ideia de como dar continuidade à sua vingança. O mundo em que a iniciante caçadora de vampiros se encontra é o reino das trevas. Mike e Natasha ficam cara a cara com Crimson e se vêem despreparados para enfrenta-lo em seu lugar de origem. Natasha olha seu algoz com tamanha fúria, fúria esta que lhe motiva a lutar contra seu inimigo invencível com uma imensa vontade de estraçalhar sua cabeça. Mike, caído no chão, vê assustado a tenebrosidade do lugar, repleto de abismos flamejantes, vozes e gritos de almas castigadas e um céu sombrio de caráter trovejante, aquele mundo é um reino onde a tempestade acalma os vampiros e atormenta os enviados.
  Crimson tenta quebrar o companheirismo que há entre Natasha e Mike, mas Mike é o seu principal pupilo, o foco está nele. Mike deveria ficar "amigo" de Natasha por alguma razão e Crimson explica-a:
- Não deveríamos estar aqui mas vocês, petulantes, fizeram de tudo para que eu regressasse à meu lugar de origem. E você Natasha, acho que não deveria confiar tanto assim em seu amigo. Eu e ele mantemos um acordo no qual você está envolvida, mas como um alvo fácil.
Natasha olha para os dois com estranheza e fica confusa sendo obrigada a perguntar:
- Ma... mas como assim um acordo?
- Natasha... eu não queria que você soubesse tão cedo, mas eu preciso contar a verdade de eu estar ligado aos planos do Crimson. - diz Mike, preparando uma forte revelação.
- Vamos, fale a verdade, aja como um servo de um líder nobre. - diz Crimson forçando Mike a revelar o seu segredo.
- Eu... menti esse tempo todo pra você Natasha. Fingi ser um inimigo de Crimson pra me aproximar de você e tentar fazer o que ele me mandou antes de conhece-la. Eu posso ter te revelado quase tudo sobre ele, mas eu sei muito mais coisas. Crimson me capturou porque sabia que eu tinha ligação com sua família, ele queria arrancar informações valiosas de seu pai, eu não quis falar nada e ele me fez ficar preso naquela cela imunda. - revela Mike.
- Eu ainda não entendi. Que tipo de ligação você tinha com a minha família? Eu conheci você naquela cela, minha mãe e meu pai nunca me falaram sobre você. Agora quero saber toda a verdade, anda, fala logo de uma vez! - esbraveja Natasha aborrecida pela demora de Mike.
- Tudo bem.. direto ao ponto. O seu pai, já me conhecia antes, porque Natasha... eu sou seu irmão! - diz Mike, revelando um segredo chocante.
Natasha fica atônita com a revelação surpreendente vinda de seu - a partir de agora - ex-companheiro. Crimson dá um sorriso de canto de boca demonstrando estar feliz com a revelação de seu antigo prisioneiro e agora súdito leal. Natasha cai no chão completamente desnorteada. Uma lágrima escorre de seu rosto pálido e cai no sujo chão com cheiro de enxofre. Mike tenta acalma-la:
- Sei como se sente... o seu pai, quer dizer, o nosso pai... foi um grande homem. Eu nasci bem antes de você, sou seu irmão mais velho. - dizendo estas palavras Mike faz Natasha cair aos prantos. - Mas minha mãe, nossa mãe me rejeitava, o nosso pai não aguentava as negligências dela em ter que cuidar de mim e me fez morar com os nossos tios que sempre moravam longe da cidade, os tios que você nunca conheceu e me criaram no momento em que eu mais precisava. Isso aconteceu quando eu tinha quatro anos. Eles sim foram como verdadeiros pais pra mim mas o nosso pai merece crédito também, mas nossa mãe não, ela mereceu o fim que teve.
- Diga a ela o que houve com sua mãe - ordena Crimson.
- Ela se divorciou do nosso pai às escondidas para que você não soubesse. E ele inventou a história de que só foi apenas uma simples separação e que iriam reatar o casamento em pouco tempo.
- Como você sabe de tudo isso? - pergunta Natasha ainda chorando.
- Sobre a parte do divórcio foi o Crimson que me contou quando me capturou. - diz Mike.
Natasha não se conforma por ele ter mentido pra ela:
- Porque não me contou antes?
- Porque ele me obrigou a ficar em sigilo total, me disse que iria me oferecer uma proposta a acabei pagando um preço muito alto. - revela Mike, apontando o dedo indicador para Crimson.
- E o que ele fez com você? - pergunta Natasha.
Mike fica em silêncio e cabisbaixo por ter que revelar mais uma verdade dolorosa para sua irmã:
- Fale tudo o que aconteceu. Estamos na hora da verdade, revele o outro segredo. - obriga Crimson.
- Você vai ter que me perdoar, infelizmente vou ter que fazer o que ele me ordenou.
- Você não precisa seguir as ordens desse monstro. A única coisa que nos resta agora é nos unirmos, vamos ser felizes, vamos viver nossas vidas de acordo com os nossos princípios. - diz Natasha, persuadindo Mike para que ele viva junto dela.
- Não posso desistir, não posso confiar em você... não quero colocar a vida dos meus tios em risco mantendo você viva, me desculpa irmãzinha mas eu não tenho outra escolha, não me resta outra saída. Eu.. vou ter que te matar!

  Mike sente um tremor pelo corpo inteiro, um tremor intenso que faz a pupila de seus olhos desaparecerem e sua cabeça chacoalhar freneticamente. O que acontece é uma manifestação de uma maldição que Mike terá que carregar a vida inteira. Mike foi transformado em vampiro e foi obrigado a aceitar sua conduta de assassino se tornando parte integrante do clã. O irmão de Natasha abre sua boca mostrando seus pontudos dentes crescendo lentamente, e a desolada caçadora toma um semblante de seriedade ficando com uma expressão de alguém que não está acreditando no que vê. Mike, completamente transformado, vira seus olhos para Natasha, observando-a e com vontade de ver o medo consumi-la dando-lhe facilidade para o ataque. Natasha se levanta do chão rapidamente e pega sua faca para se defender de seu irmão, prestes a ataca-la. Ela reclama indignada pedindo maiores explicações para Crimson:
- Você dominou ele. Me fala, foi você mesmo que o transformou em um deles não foi!?
- Eu precisava de um membro voraz e habilidoso. Ele rejeitou minha proposta por diversas vezes, então não me restou outra escolha a não ser ameaçar as pessoas que ele mais ama. - revela Crimson.
Em uma poderosa investida. Mike parte pra cima de Natasha em um ataque selvagem que realça a sua perda de sanidade mental. Porém, Mike engana-a, tudo não passa de uma estratégia para deter Crimson, que no momento assiste calmamente o embate entre os irmãos. Fingindo morder o pescoço de Natasha, Mike fala no ouvido dela para que ouça seu plano, enquanto ela demonstra pânico em sua face pálida sentindo estar derrotada. Mike revela seu plano estratégico para a sua irmã:
- Fica calma, eu tenho um plano genial. Nesse momento o Crimson deve estar pensando que eu estou mordendo seu pescoço, continue fazendo essa cara de medo para que ele não desconfie. Vou pega-lo de surpresa esfaqueando ele, me dê a faca.
Natasha, com as mãos trêmulas, entrega a faca para Mike rapidamente para que Crimson não perceba seus movimentos. O líder do clã aplaude a performance de Mike como um vampiro sedento por sangue e que ataca a vítima inesperadamente. Mike se levanta com a faca entre as pernas, lambendo os lábios simulando estar saciado. Natasha e Mike se entreolham por alguns segundos. A caçadora faz um sinal com a cabeça dizendo "sim" para que Mike execute o seu plano. Crimson se mostra orgulhoso por ter Mike como servo:
- Surpreendentemente. você, meu caro Mike, conseguiu beber o sangue desta pobre coitada por bastante tempo. Quero lhe dizer o meu sincero parabéns. Pode deixar que terminarei o serviço.
Crimson parabeniza Mike abrindo um largo sorriso. Mike lhe faz pedido:
- Pode chegar um pouco mais perto senhor?
- É claro, presumo que me mostrar a mordida que você causou nela.
Crimson aproxima-se de Mike e fica alguns metros de distância de seu servo e lhe pede para mostrar o pescoço de Natasha ferido:
- Onde está? - pergunta Crimson ingenuamente.
- Aqui! - diz Mike virando-se para ele e cravando a faca em seu abdômen. Crimson dá um urro manifestando o seu sentimento de dor ao ver o objeto cortante preso à sua barriga faznedo derramr uma boa quantidade de sangue.
- Você me traiu... como pôde!? - lamenta Crimson.
- Fiz o que tinha que ser feito. Eu jamais me curvaria diante de um ser como você, digno de ódio!- diz Mike.
Natasha corre para abraçar o irmão, porém, Crimson não resiste em ter que ver um final feliz para os dois e ataca Mike, dilacerando-o com suas garras. Arremessado para longe devido ao impacto das garras de Crimson com seu corpo, Mike sofre um desmaio que o fez permanecer desacordado.
Vendo que o golpe que Mike acabara de receber pode fazer com que ela perca a vida, Natasha se revolta com uma fúria imensa, tornando-a mais vingativa, no entanto, sua fúria ligada ao seu sentimento de vingança é o que encoraja-a a seguir em frente, não lhe passa pela cabeça a chance manter vivo seu inimigo, a justiça que ela mesma define é a sua própria vingança.
  Natasha desafia Crimson para um duelo decisivo em que apenas um pode triunfar. Ela prepara suas duas espadas e Crimson também adquire duas espadas, materializadas por um dos dez anéis, para que a luta seja de igual para igual. Um grande confronto é travado no reino sombrio dos vampiros, em que a intensidade do barulho das espadas intercala-se com os olhares furiosos dos dois rivais. Natasha tem a batalha ganha enfiando impiedosamente uma de suas espadas no coração de Crimson. As últimas palavras do líder do clã são ditas forçadamente, já que o mesmo não se aguenta mais de tanta dor:
- Você acaba de tocar no meu ponto fraco... Essa é a sua justiça? - pergunta Crimson.
- Eu sei que ver você morrer não vai trazer meu pai de volta, mas essa foi a minha justiça. Queria vingar o meu pai não importasse qual meio eu utilizaria, o que eu ganharia no final era um nobre sentimento de justiça... a justiça que eu achei melhor que fosse executada.
- Isso é vingança! Como você quer... aonde quer chegar comparando duas coisas tão diferentes?
- As vezes, vingança e justiça andam juntas... mas também as vezes a melhor vingança é uma justiça perfeita.
Natasha dá as costas para Crimson com a cabeça erguida e sentindo-se uma real guerreira com potencial para aniquilar o mal que cai sobre a Terra... o mal em forma de seres horrendos e repugnantes que faziam de suas vítimas comidas frescas e apetitosas. Crimson finalmente está morto para a alegria de Natasha e também de Mike, que se mostra ileso depois do golpe que levou do lorde dos vampiros.
  Os dois voltam pra casa através do anel de teleporte. Natasha agora sente que sua vida mudou pra melhor. Melhor em vários aspectos, pois ela a partir de agora pode levar uma vida dupla. Conciliar a sua carreira de cantora de rock com seu trabalho como caçadora de vampiros não seria nada fácil... mas o que é mais importante pra ela nesse momento é a cura... a cura para os infectados que foram vítimas dos vampiros, e eles estão a solta... mas Natasha não vai desistir, seu irmão Mike também merece ser curado e ela não vai descansar até encontra-la.
  A batalha continua... e uma nova fase na vida da forte e poderosa caçadora se inicia... por um bem maior que se chama justiça.

Comentários

Postar um comentário

Críticas? Elogios? Sugestões? Comente! Seu feedback é sempre bem-vindo, desde que tenha relação com a postagem e não possua ofensas, spams ou links que redirecionem a sites pornográficos. Construtividade é fundamental.

As 10 +

10 melhores frases de Vegeta

10 melhores frases de Fullmetal Alchemist

10 melhores frases de O Homem de Aço

Gifs assustadores que não vão deixar você dormir! (Especial Palhaços)

10 melhores frases de Coringa

10 melhores frases de Cavaleiros do Zodíaco

10 melhores frases de As Terríveis Aventuras de Billy e Mandy

10 melhores frases de Death Note

As Meninas Superpoderosas: A História de Brenda

Crítica - Saint Seiya: Soul of Gold