Natasha: A caçadora de vampiros (parte 2)


    Com a décima joia do poder em suas mãos, Barão Crimson regressa para o seu verdadeiro trono em uma caverna subterrânea. Enquanto Crimson se deleita com o seu anel preferido, Natasha é carregada por cinco vampiros vestidos com armaduras. Crimson dá a seguinte ordem:
- Coloquem-a na cela!
Os vampiros cumprem a ordem e levam Natasha para uma espécie de calabouço. Crimson olha todo o sofrimento da garota através de um espelho, no qual ele poderia ver tudo que estivesse ao seu alcance. Ele dá um sorriso cínico que deixa sua face de um azul pálido um pouco enrugada. As vestimentas de Crimson consistem em uma espécie de capa vermelha que cobre seus ombros e partes dos braços e uma armadura, cuja coloração é de um vermelho escuro pouco notável.
    Na cela, Natasha acorda com uma visão turva, não consegue enxergar muito bem devido ao efeito do desmaio. Coça os olhos na tentativa de melhorar sua visão e se pergunta:
- Onde eu estou? Como vim parar aqui?
Uma voz surge no canto mais sombrio da prisão respondendo a pergunta de Natasha:
Este lugar serve para que os visitantes fiquem menos tensos antes de irem para o inferno.
Natasha se levanta do chão e olha com desconfiança para a "voz emergente das sombras", denominação que ela dá a tal voz em seu pensamento. Natasha pergunta:
- Está aqui há quanto tempo?
 Dentro do canto sombrio surge uma figura humana para a surpresa de Natasha. O homem se aproxima dela, Natasha dá dois passos para trás, desconfiando do tal homem que surge repentinamente. O misterioso tenta acalma-la:
- Não tenha medo... eu sou uma vítima assim como você, só que há mais de dois anos.
- Se ficou tanto tempo aqui deve conhecer um meio de sair dessa prisão. Creio que você deve ter feito tentativas de sair daqui - diz Natasha.
- Tentativas frustradas. Esses vampiros não brincam em serviço, se pudessem torturariam você agora mesmo, mas acho que estão ocupados neste momento. - diz o homem. - Se quer sair desta cela agora mesmo, perca as esperanças, porque com minha ajuda será inútil.
Natasha tenta convence-lo:
- Bem, eu até queria saber como você chegou até aqui mas na situação em que estamos não é um bom momento. Mas por favor, sei que pode haver um jeito de sairmos daqui, juntos podemos conseguir.
O homem demonstra uma certa relutância em seu olhar ao ouvir o conselho de Natsha, a confiança entre os dois permanece nebulosa, visto que acabaram de se conhecer. Ele, obrigatoriamente convencido, aceita bolar um plano de fuga com Natasha:
- Tu... tudo bem. Eu aceito ajudar você. Mas me prometa uma coisa: me mantenha vivo, se quiser um fiel escudeiro ao seu lado.
- Pode deixar. - diz Natasha concordando e afirmando que irá proteger seu mais novo companheiro.
- Você tem alguma ideia? pergunta ela.
- Bem, tudo o que eu tenho é essa granada e...
- É! É exatamente disso que precisamos - diz Natasha eufórica ao perceber na mão esquerda do homem uma granada, aparentemente nova. O homem, de início, espanta-se com a euforia de Natasha mas em seguida compreende-a. Natasha pergunta:
- Funciona?
- Nunca usei ela? - diz o homem.
- Então acho bom você jogar ela na parede agora mesmo.  - alerta Natasha, nitidamente apressada.
    A granada é jogada na parde. Os dois se afastam e ficam segurando as grades com os rostos virados. Tudo ocorre como esperado: a parede explode, dando a chance para que a dupla escape. A explosão chama a atenção imediatamente de Crimson, que vira o rosto para o espelho e vê Natasha e o antigo prisioneiro escaparem. Não hesita em chamar seus vampiros-soldados, estes vestidos com armaduras e capacetes, porém, nenhum porta uma arma, pois a única arma que seus fiéis súditos usam são os dentes pontudos que servem para morder pescoços e consumir o alimento que eles tanto anseiam.


    Natasha e seu amigo correm tentando fugir da horda vampiresca. Conseguem despista-los entrando em um túnel escuro e pedregoso. Natasha enconsta-se na parde do túnel e dá um suspiro de alívio. O homem se revela como Mike:
- Mike.
- O quê? - pergunta Natasha.
- É o meu nome... Mike.
Natasha sente uma necessidade de pedir algumas explicações referentes ao Barão Crimson e sobre como ele atua matando inocentes. Mas uma porta lhe chama a atenção. Indo em direção a esta porta em passos lentos, Natasha olha para a porta com curiosidade, como se algo estivesse a sua espera.
   Girando a maçaneta da porta, ela estranha o conteúdo que se encontra dentro, ainda não revelado. Mike percebe a vontade de Natasha em ver o que está dentro da porta e também se vê destinado a descobrir. A surpresa de ambos é notória após verem o que está dentro da porta, ou melhor, do armário. O que se vê é um arsenal de um nobre caçador de vampiros, o qual na verdade era bisavô de Natasha, que embarcava em missões para caçar e matar os mais temíveis vampiros de sua época. O arsenal é composto por um arco e flechas e duas espadas com excelentes fios de corte. Mike conta toda a história para Natasha, pois ele sabe da história porque seus pais lhe contaram a lenda do "Grande Caçador Implacável". O fato do arsenal se encontrar na caverna dos vampiros assassinos ainda é um mistério.
   Para honrar o nome de seu bisavô - o qual ela nunca conheceu - Natasha pega as armas e junto de Mike consegue sair da caverna. Os dois cruzam uma floresta e percorrem um longo caminho em uma ponte de madeira, até chegarem à uma cabana, que fica perto de um precipício.


    A dupla permanece na cabana por 2 horas. Natasha contempla a lua cheia, admirando as nuvens sombrias e a escuridão mórbida da floresta. Mike, durante estas duas horas, fez uma roupa especial para Natasha, com alguns materiais que encontrou em um dos armários da casa. Natasha não gosta muito da tal roupa no momento em que prova-a, por acha-la um pouco apertada. Mike senta-se à mesa junto de Natasha. Os dois permanecem em silêncio. Mike passando o dedo em uma das rachaduras da mesa e Natasha olhando para as paredes entediada. O tédio de Natasha se torna passageiro assim que ela lembra de que há algumas coisas que precisam, urgentemente, serem esclarecidas. Ela pergunta a Mike:
- Sabe mais coisas sobre o Barão Crimson?
- Olha Natasha... o que sei não deve ser nem a metade do que aqueles vampiros asquerosos escondem. O Crimson é servo de um ser maligno, o qual não pode-se dizer o nome em vão. Esse ser lhe concedeu o poder dos 10 anéis, cada um com uma habilidade diferente. Foi com a ajuda desses anéis que ele montou o seu exército de vampiros.
- O meu pai foi morto por esses monstros e eu não vou desistir da minha vingança até matar todos eles.
- Sinto muito pelo seu pai... talvez ele não tinha oportunidades para te proteger. - lamenta Mike.
- Ou talvez, ele não tinha chance de viver mais do que merecia. Mesmo com essa dor que eu carrego aqui dentro eu sigo em frente. Porque antes essa dor me abalava, agora ela me fortalece, para que eu comece e termine a vingança que meu pai nunca ousou em iniciar.
    A conversa é interrompida com a repentina - e desagradável - chegada dos vampiros, que em um ataque surpresa, quebram o teto da casa invadindo-a. Natasha e Mike ficam cercados e não fazem nenhum movimento brusco, a fim de também pega-los de surpresa enganando-os com uma rendição falsa. A passos lentos, os vampiros vão se aproximando dos dois, mostrando seus pontudos dentes sujos de sangue. Natasha decide atacar com uma flecha que, por pura esperteza, havia colocado embaixo da mesa com fita adesiva. Natasha crava com força a flecha na cabeça do vampiro, que berra de dor vendo seu sangue ser derramado. Os outros vampiros atacam, indo diretamente para Mike, mas Natasha sobe na mesa e chuta o rosto de cada um deles, fazendo com que gotas de sangue se lancem pelo ar. Ela pega Mike pela gola da camisa arrastando-o para a porta de entrada da cabana para lhe manter são e salvo. Os vampiros saem da cabana e tentam atacar Natasha, mas a mesma se defende lançando verticalmente dois shurikens, que atingem as gargantas de dois vampiros. Mike olha para o precipício e de imediato se assusta com a profundidade do abismo.
     Com suas duas espadas, Natasha luta contra os vampiros, cortando-os e decapitando-os, um por um, sem exceções. Mike olha impressionado com a capacidade que sua parceira tem para lutas. Depois de praticar sua chacina vingativa, Natasha observa, cansada, a enorme poça de sangue, de um vermelho vivo e ardente. Surgindo por detrás da cabana, Barão Crimson vê seus dois inimigos em vantagem por possuírem um arsenal de um experiente caçador de vampiros. Os dois ficam surpresos com a aparição do líder. Crimson pronuncia-se demonstrando sua raiva:
- Não sei como conseguiram escapar, mas fiquem cientes de que a vitória de vocês não será por muito tempo.
- Eu não vou desistir. Só vou parar quando eu matar você. E parece que agora eu tenho chance. - desafia Natasha.
- Então pode vir, se acha que isso lhe trará algum benefício. - diz Crimson, preparado para receber o primeiro golpe.
Natasha tenta golpeá-lo com as duas espadas, mas Crimson é mais rápido e se esquiva. Ele pula pra cima de Natasha fazendo-a cair no chão e pega sua adaga para mata-la. Natasha tenta intimida-lo:
- O único benefício que vai trazer é um sentimento de justiça.
Natasha chuta-o com o pé direito. Crimson cai no chão e um de seus anéis solta-se de sua mão. Mike, tentando ser mais rápido que o vampiro, corre para pegar o anel e consegue o feito. Mike olha para o anel e conclui:
- É o anel de teleporte!
Crimson levanta-se e tenta tomar o anel das mãos de Mike. Natasha entra no meio para ajudar o amigo, mas algo inesperado acontece. O anel começa a brilhar, indicando que o mesmo teve seu poder ativado. Como o poder do anel é o teletransporte dimensional, os três são transportados para o reino das trevas, lugar onde Crimson nasceu... e também o lugar de vampiros ainda mais macabros.
Continua...

Comentários

  1. Caramba...muito bom conto. A historia, o enredo foram muito bem colocados. Muito ansiosa pela parte 3, pelo jeito vem muita emoçao por ai. ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A parte 3 vai demorar um pouquinho pra sair, mas a espera com certeza vai valer a pena XD
      Que bom que gostou :)

      Excluir

Postar um comentário

Críticas? Elogios? Sugestões? Comente! Seu feedback é sempre bem-vindo, desde que tenha relação com a postagem e não possua ofensas, spams ou links que redirecionem a sites pornográficos. Construtividade é fundamental.

As 10 +

10 melhores frases de Vegeta

10 melhores frases de Fullmetal Alchemist

10 melhores frases de O Homem de Aço

10 melhores frases de Coringa

Gifs assustadores que não vão deixar você dormir! (Especial Palhaços)

10 melhores frases de Cavaleiros do Zodíaco

10 melhores frases de Death Note

8 momentos mais vergonhosos de Vegeta

Enquetes Dragon Ball #12 - Vencedores!

10 melhores frases de As Terríveis Aventuras de Billy e Mandy