sexta-feira, 16 de maio de 2014

Crítica - Homem de Ferro 3

                         
                                                                                 
    Devido à mudança de nome do blog, inicio aqui uma nova categoria tendo em vista a diversificação do conteúdo do site (pois é, "Contos Diversos" não era lá aquelas coisas ¬_¬). Escolhi estrear essa categoria com uma das adaptações mais criticadas do ano passado (senão a mais criticada), mas que encheu os cofres da Marvel Studios (com tanto dinheiro não acho que ela se preocupe tanto com o fracasso do filme em termos críticos, afinal, o lucro é o principal objetivo, como sempre). 
    Campeã de bilheteria, a franquia do "ferroso" abriu a fase 2 do universo cinematográfico da Marvel e dividiu opiniões. Algumas dizendo que o filme é o pior já feito pela Marvel e outras já afirmando que o longa possui um roteiro, de fato, coerente. Acontece que o filme escorrega em alguns pontos do roteiro, tem certos detalhes que não são muito bem explicados, como por exemplo: a tecnologia da armadura Mark 42. A origem desta tecnologia não está explícita, pior do que isso foi ver a tal armadura se despedaçar a cada golpe e a cada cena de ação em que esta aparece, tudo bem que é um protótipo, mas ficou parecendo uma armadura velha, obsoleta e inferior do que as outras, esperava mais poder e uma desenvoltura mais radical dessa armadura... ficou devendo :/
    Outra coisa bastante incômoda do filme é o humor exagerado. As piadinhas que os personagens soltam (principalmente Robert Downey Jr.) são muito sem-graça e o excesso delas acabaram por fazer o longa adquirir um clima de filme de comédia, o que traz à tona de que o filme não foi feito pra ser levado tão a sério... e realmente não é um filme sério. 
    A atuação de Robert Downey Jr. é incrivelmente brilhante, apesar das piadas enfadonhas. Neste filme ele se supera interpretando pela 4ª vez o bilionário, filantropo e playboy Tony Stark. Algo que achei muito forçado foram os tais "ataques de ansiedade" que ele tem ao lembrar da batalha contra os chitauri em Nova York. O que mais revoltou os fãs foi exatamente o vilão do filme, o Mandarim. Sinceramente, foi uma surpresa muito desagradável ver que o Mandarim (interpretado por Ben Kingsley) era só um atorzinho e que o verdadeiro era o Aldrich Killian, mas é fácil compreender isso, Killian comandava tudo e usou um ator para mostrar suas atrocidades, ele na verdade é um representação de um Mandarim moderno, já que o dos quadrinhos não iria funcionar nas telonas. No clímax é fácil ver a tatuagem de um dragão nele, realmente o verdadeiro vilão do filme, mas o que eu realmente esperava não estava no filme: ps 10 anéis demostrando seus poderes. Infelizmente não tivemos o queríamos. 

    O exército das Marks (armaduras) deixa a desejar logo no clímax, deveriam ser usadas ao longo do filme para um melhor aproveitamento, mas o destaque mesmo fica pra Mark 42. As armaduras se danificam facilmente, tampouco dão a impressão de que são avançadas. Este subaproveitamento é digno de desprezo! Entre erros e acertos, o filme é um bom entretenimento pra se divertir, mas é daquele tipo de filme que você vê e se esquece no dia seguinte. Bem ao estilo "Sessão da Tarde" e também mais uma vítima da Maldição das Trilogias. 
    O que ficou legal: A brilhante  atuação de Robert "Stark" Downey Jr., tecnologia Extremis, cena do ataque à mansão (perfeita *_*)
    O que não ficou legal: Exército de armaduras super-mega-mal- aproveitado, Patriota de Ferro mal aproveitado também (Máquina de Combate era melhor), excesso de piadas, Trevor "Cagão" Slattery, armadura Mark 42 e o clima natalino (como se não se bastasse as falhas anteriores). 
NOTA: 6,0 - REGULAR

Veria de novo? Provavelmente não.

PS: Em breve o blog ganhará um visual mais novo e muitas novidades estão por vir, aguardem!


5 comentários:

  1. Esse filme e muito ruim,tem que levar nota 3,0- oque fizeram com o madarim isso não se faz com nenhum personagem foda dos quadrinhos, bom muita gentr que não leu quadrinhos amaram esse filme, bom pra quem ler quadrinhos aquilo foi uma merda, mais pra quem não ler aquilo foo genial, eu ate discuti na escola por causa disso, eu fala que era um filme ruim, os outros falavam que era uns dos melhores filmes do homem de ferro.

    bela critica, gostei do novo visual he-he-he

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade o site vai mudar aos poucos, até chegar a um visual definitivo :)

      Excluir
    2. Ah, e que bom que gostou da crítica xD

      Excluir
  2. Esse Mandarin foi um fiasco mesmo. Boa crítica :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pior do que isso: Ben Kigsley tendo seu talento desperdiçado :(

      Excluir

Críticas? Elogios? Sugestões? Comente! Seu feedback é sempre bem-vindo, desde que tenha relação com a postagem e não possua ofensas, spams ou links que redirecionem a sites pornográficos. Construtividade é fundamental.