quarta-feira, 28 de maio de 2014

Crítica - Superman: O Retorno


   FICHA TÉCNICA:
154 min - EUA - 2006
Ação/Aventura/Fantasia; Direção: Bryan Singer
Roteiro: Dan Harris, Michael Dougherty
Elenco: Brandon Routh, Kate Bosworth, Kevin Spacey, James Marsden, Sam Huntington

   Entre 6 filmes do herói produzidos (contando com o recente "O Homem de Aço), Superman: O Retorno segue uma fórmula que funciona bem, arriscando em alguns pontos, que erram... e também outros que acertam. O cineasta Bryan Singer (X-Men: O Filme e X-Men 2) quis continuar a história a partir de Superman II (1980), ignorando os eventos de Superman III (1983) e do terrível (e tosco) Superman IV: Em busca de paz (1987), porém, há diversos erros de continuidade que atrapalham o entendimento da trama, como por exemplo: as novas tecnologias que aparecem durante o filme como computadores modernos e celulares e olha que Superman fica sumido por 5 anos e Superman II se passa nos anos 80, então aí está um erro que não se pode explicar. Outra coisa incômoda foi a vontade do diretor de querer "imitar" o trabalho de Richard Donner (diretor de Superman: O Filme) na tentativa de fazer uma homenagem ao primeiro filme do Azulão e infelizmente falha justamente nesse ponto devido à diferença de épocas em que os filmes foram lançados. Veja bem: Superman: O Filme foi lançado em uma época em que a inocência era uma das características do personagem, tudo era muito ingênuo, certinho e Superman: O Retorno tenta de forma frustrante trazer de volta essa essência que ficou nos dois primeiros filmes, mas o clima meio anos 50 e o tom inocente não ajudam o longa a se estabelecer na que em que é lançado.
  Brandon Routh, apesar da semelhança com Christopher Reeve, não convence no papel, Lois Lane não é a mesma de antes, o vilão... bem, o vilão é o chato do Lex Luthor interpretado por Kevin Spacey, sua atuação é caricata mas bem posicionada no que concerne o objetivo da trama. Seu plano não é tão genial, mas ajuda a dar uma clima mais tenebroso no clímax.
  O público reclamou das poucas sequências de ação do filme, são poucas, mas são agradáveis de se ver, são boas  mas não espetaculares.Nem mesmo os ótimos efeitos especiais ajudam a dar o brilhantismo que o filme deveria ter, mas não teve.

 Superman: O Retorno foi uma tentativa frustrada de reinventar o conceito de Superman daquela época para adequar-se aos novos tempos. É bom, mas poderia ter sido muito, mas muito melhor.

O que ficou legal: A cena do avião (a única que realmente empolga); Kevin Spacey como Lex.
O que não ficou legal: O uniforme (é semelhante ao clássico, mas a capa, em laguns momentos, dava a impressão de ser de borracha); O filho do Superman; Cenas tediosas (aquela do vôo romântico... *facepalm*); Superman apanhando de reles mortais (tristíssima cena).

NOTA: 6,0 -REGULAR

Veria de novo? Provavelmente não.


3 comentários:

  1. Esse filme e muito fraco, o bryan singer estragou tudo, e pior ele saiu do x-men 3 pra fazer o filme do super, e os dois filmes foram uma bomba.

    Mais ainda bem que homem de aço foi bom, me fez esquecer essa bomba de 2006

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super-Homem já é uma bosta, não importa o que façam.
      Marvel superior, vlw, flws
      :D

      Excluir
  2. E pensar que eu já perdi meu precioso tempo assistindo esse filme.
    Ainda bem que tem a Marvel pra nos alegrar lol

    ResponderExcluir

Críticas? Elogios? Sugestões? Comente! Seu feedback é sempre bem-vindo, desde que tenha relação com a postagem e não possua ofensas, spams ou links que redirecionem a sites pornográficos. Construtividade é fundamental.