sexta-feira, 21 de abril de 2017

Mais 50 fatos sobre mim


Hello, ghosts! Pois é... achei válido reconsiderar escrever esta segunda parte, porque meu TOC me forçou a aceitar que 100 fatos divididos em duas postagens é melhor do que uma. Então por que só agora, Lucas? Em um instante de pura divagação acabei lembrando que eu havia feito uma lista do tipo e fui dominado pela vontade de completar a bagaça.

Para você que não viu a lista postada em 2015, eis o link:

https://universoleituracontoscreepys.blogspot.com.br/2015/06/50-fatos-sobre-mim.html

Agora confira abaixo mais uma seleção (sim, obviamente não fiz essa continuação com o intuito de ser bombasticamente revelador, destrinchando meus segredos mais obscuros rsrs, mas não duvide que esta parte se aprofunda um pouco mais em relação a anterior):


51 - Assim como é para muitos, a vinheta do Plantão da Globo me proporciona uma sensação verdadeiramente ruim. 


52 - Eu pulo alguns exercícios de perna na academia. 


53 - Tenho pavor da eclosão de uma nova Guerra Mundial, especialmente se for termonuclear. Nesse caso, minha preocupação está mais voltada à proliferação da radiação pelo ar. 


54 - Nunca gostei de futebol, mas... assistia Super Campeões na Rede TV! É um mistério, mas havia algo naquela série que me prendia ainda que girasse em torno de um esporte que eu não praticava nem me interessava. O que me levou a pensar que foi instintivo, como se eu reprimisse um gosto - pensamento que sei que não é autêntico, porque o esporte em si não me interessa mesmo. 


55 - Nunca lavei a louça. 


56 - Já assisti 3 reprises de A Usurpadora (e o pior é que a trama conseguia me entreter). 


57- Nunca concluí minhas duas psicoterapias. Dois psicólogos pra descascar o abacaxi que eram minhas crises depressivas e que acabaram deixando a unidade do plano de saúde por transferência. 


58 - Em uma ocasião memorável, na 4ª série, a professora nos passou para assistir o Massacre da Serra Elétrica. Eu estava de 10 para 11 anos na época e achei super tenso, mas nem por isso fui influenciado pelo maníaco e nem me tornei um adulto desequilibrado ou com tendências assassinas - isso vai para os politicamente corretos (que estão mais para imbecilizadamente neuróticos). 


59 - Houve um tempo em que meu programa favorito era a novela Os Mutantes - Caminhos do Coração. O que antes era motivo para se entreter em frente à TV, hoje é motivo de vergonha. 


60 - Passei a ficar de recuperação da 4ª série em diante. 


61 - Meus guilty pleasures cinematográficos são: Os quatro Beethovens, os filmes live action do Scooby-Doo (inclusive "O Mistério Começa"), os dois filmes do Professor Aloprado, O Dia Depois de Amanhã, Babe O Porquinho Atrapalhado, A Fuga das Galinhas, Click (aquele mesmo com o Adam Sandler), Power Rangers: O Filme, a franquia Duro de Matar (4 filmes), Transformers (o primeiro), Armageddon, Volcano - A Fúria e os três MIB. 


62 - Algumas aberturas de programas brasileiros me faziam imaginar um "mundo alternativo" baseado em seus fundos. Uma criança com imaginação fértil e um tanto peculiar, assim era eu. 


63 - Eu tinha o hábito de ficar mordendo e roendo a parte superior do lápis quando ficava meio entediado, fosse nas atividades em classe ou casa. 


64 - Meu primeiro celular foi um Siemens azul temático do programa Ídolos, porque no ano de 2005 meu sonho de consumo era um celular que fotografava e o ganhei como presente de uma década de vida. Até sinto saudades e quando vem a lembrança o arrependimento de te-lo vendido dois anos depois vem junto. Tinha um joguinho pra lá de viciante, tão viciante a ponto de deixar a bateria esquentar até zera-lo e sua trilha sonora está gravada na minha mente. 


65 - Já meu segundo celular foi um MP7 com TV e dois chips, adquirido no (terrível) ano de 2009. Sua vida útil durou até 2013 e o meu passatempo com ele era apenas ouvir rádio. 


66 - Só fui ao cinema duas vezes. 


67 - O primeiro filme que aluguei na locadora foi O Rei Leão. 


68 - Tenho um certo desconforto ao ouvir sons de mastigação muito próximos, sobretudo com pessoas que mastigam abrindo a boca mostrando um vislumbre do bolo alimentar (uurgh!!) 


69 - Colecionei cards-game até os meus 14 anos. De Yu-Gi-Oh! à Pokémon. 



70 - A forma mais trágica de morrer que imagino pra mim é ser atingido por um raio. 


71 - O refrigerante já foi pra mim o que a cerveja é para os alcoólatras. 


72 - Eu costumava imitar o Quico nas primeiras vezes em que assistia Chaves. 


73 - Já escrevi um conto erótico que se chamava Presos no Elevador. 


74 - Rejeito vídeos de "Reaction" no Youtube por achar um conteúdo inútil e acreditar que as expressões faciais que compõem a reação podem ser pra lá de forçadas na maioria. Mas é apenas minha opinião. 


75 - Tive um torcicolo severo aos 5 anos, o qual me encaminhou ao hospital. 


76 - Colecionei Turma da Mônica até os 17 anos. 


77 - O tema da minha festa de aniversário de 9 anos foi Ursinho Pooh. 


78 - Meus cosplays dos sonhos são: Ganância de Fullmetal Alchemist e o Neo de Matrix. 


79 - Larguei a TV aberta há 3 anos. 


80 - Comendo biscoito recheado é automático que eu raspe primeiro o recheio. 


81 - Fiz um book de fotos aos 9 anos. Quando revejo me dá a impressão de um modelo infantil masculino. Detalhe: Não existe uma foto em que eu esboce um sorriso. 


82 - Tentei estrangular um ser irritante depois que eu perdi a paciência, isto na maior briga de escola em que me envolvi. 


83 - Assisto animes legendados por fansubs em sites gratuitos e não sinto vergonha alguma pois o que importa é apreciar a arte independente de ter ou não os culhõe$ para contribuir. No entanto, eu pagaria sim, com meu próprio dinheiro, alguns serviços, quem sabe numa futura e próxima independência financeira. 


84 - Nas aulas de informática do Ensino Fundamental eu jogava um nostálgico jogo chamado Dangerous Dave in the Deserted Pirtes Hideout. 


85 - Até os 17 anos meu café da manhã era Nescau de caixinha. 


86 - Quando noto uma atmosfera enigmática em determinada situação da minha vida pessoal eu me rendo a fazer teorias mirabolantes, do tipo "tudo pode estar conectado, isso e mais aquilo...", mesmo que as chances pendam para que eu quebre a cara no final. Isso faz de mim um tanto... paranoico. 


87 - Às vezes quando vejo uma fileira de formigas na parede, resolvo matar uma só para ver o desespero das outras. 


88 - Não tenho um posicionamento político definido. 


89 - Já travei batalhas pelo controle da TV (antes da TV a cabo). 


90 - Sou bastante rigoroso com prazos de validade. Qualquer produto próximo demais do vencimento eu já dispenso. 


91 - Acredito em vida inteligente fora da Terra. 


92 - Na minha última abstinência de internet cheguei a pensar que jamais voltaria a "blogar". 


93 - Já fui abordado por um ladrão à caminho do colégio. O cara começou perguntando as horas, depois pedindo o celular, ameaçando um pouco, aí depois... não sei o que realmente deu nele pra permitir que eu seguisse em frente. Talvez tenha sido piedade, porque eu estava tremendo e com a face tomada pelo medo. 


94 - Na infância lembro de ter desenhado uma fanfic em HQ inspirada pela imagem de um personagem - um leão - de uma marca de achocolatado em pó. 


95 - Sou de humanas. 


96 - Minha festa do ABC (2002) é também chamada por mim de "Noite da pagação de mico".


97 - E sobre ela: O registro foi emitido em uma fita K7 - já às portas da geração do DVD. Ou seja, nunca terei a oportunidade de assisti-la completamente. 


98 - Meu sistema gastro-intestinal é bem instável. Ainda mais quando sofro de ansiedade e sobe aquela azia tremenda. Já aconteceu em certos eventos e na maior parte eu vomitei. 


99 - Na primeira vez em que fui cortar o cabelo, com 1 ano, fiz o maior escândalo com medo da tesoura a ponto de precisarem me segurar. 


100 - Aparentemente ninguém da minha família sabe que eu tenho um blog. 




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Críticas? Elogios? Sugestões? Comente! Seu feedback é sempre bem-vindo, desde que tenha relação com a postagem e não possua ofensas, spams ou links que redirecionem a sites pornográficos. Construtividade é fundamental.