Eu odeio meu ritmo de escrita


Eu poderia citar isso numa outra lista com mais 50 fatos sobre mim sendo só uma informação jogada e superficial, desse modo como é o título, mas preferi desabafar reflexivamente. Pode não ter tanto peso negativo quanto a procrastinação, o perfeccionismo, a autocobrança e o bloqueio mental/criativo (inclusive agorinha mesmo estou num semi-bloqueio) e ainda assim tem um poder considerável na frequência de publicação que eu tanto quero prezar de maneira organizada. Isto também é a causa de tantos hiatos. Aliás, a procrastinação anda de mãos dadas com esse problema, ocasionalmente. Tenho que dizer, sinceramente, do fundo do meu coração: Isso é mega-frustrante. Não ao ponto de querer desistir de tudo, de tudo mesmo que tenha relação com esse blog.

Como criador de conteúdo, tenho preocupações que eu transformo em verdadeiros obstáculos. Já é uma péssima mania que cultivo desde que comecei a levar esse hobby aqui um pouquinho mais a sério. Eu tenho esse mal de dificultar as coisas por ver dificuldade onde talvez nem haja. Preocupações com a qualidade do texto, preocupações com o tempo de escrita, preocupações com fatores externos que podem atrasar o trabalho (o que é bem corriqueiro, por sinal)... Me tornei um autor com complexo de perfeição. Se quero entregar uma história que seja épica, eu preciso escrever mais rápido. Talvez nem sempre. Eu sou de conta-gotas mesmo desde que comecei a investir tempo em histórias no formato de série. Sim, eu gostaria, gostaria muito mesmo, de poder redigir parágrafos em um ritmo menos lento, menos estressante, só que quando tento escrever mais rápido acabo dando brecha para a ansiedade e vou "comendo" palavras. Tanta pressa de terminar que resulta em lentidão. Eu não respeito essa pressa de forma saudável, não enxergo o lado bom que ela pode me fazer ver.

Não quero me forçar a nada. Forçar não, ESforçar. Não sei o que faço para mudar ou para descobrir se há como ou porque mudar. Por que só agora tô aqui reclamando disso? Bem, tinha dito naquele post sobre Capuz Vermelho e o problema da prolixidade que a série não ia mais ser tratada como um "livro digital", que voltaria as origens no estilo de escrita e que isso ia refletir no ritmo dela. Ledo engano. Levará um certo tempo até eu me acostumar novamente a escrever sem se prolongar. Eu posso ter voltado a escrever mais objetivamente, sem encheção de linguiça, mas a agilidade da história, infelizmente, não anda correspondendo com a dos meus dedos que teclam muitas vezes pausadamente. Pode ser uma soma dos males que citei no primeiro parágrafo. Ainda existe um longo caminho a ser percorrido, só me resta saber se até o fim dessa estrada vou estar superando o meu pior medo como escritor: o de não ser bom o bastante por não ser rápido o bastante.


*A imagem acima é propriedade de seu respectivo autor e foi usada para ilustrar esta postagem sem fins lucrativos. 

*Imagem retirada de: https://ecommercenews.com.br/artigos/dicas-artigos/como-criar-uma-boa-estrategia-de-marketing-de-conteudo-5-dicas-para-comecar/

Comentários

As 10 +

10 melhores frases de O Homem de Aço

10 melhores frases de Coringa

10 melhores frases de Fullmetal Alchemist

10 melhores frases de Vegeta

Gifs assustadores que não vão deixar você dormir! (Especial Palhaços)

10 melhores frases de Cavaleiros do Zodíaco

10 melhores frases de As Terríveis Aventuras de Billy e Mandy

10 melhores frases de Matrix

10 melhores frases de Death Note

5 mistérios em Supernatural que devem (ou não) ser solucionados