Baú Nostálgico #29: Luluzinha


                                                                                     ANTES

Posso não ter pegado a geração da Turma do Charlie Brown (os Peanuts), mas, de forma muito bem compensadora, Luluzinha e sua atrativa gama de personagens faziam minhas manhãs de sábado no saudoso Festival de Desenhos em um período no qual o programa não era tido como um mero tapa-buraco descartável (se um dia o Encontro com a Chátima for sepultado do ar, poderiam até resgatar o bloco se não quisessem dar sobrevida à TV Globinho, mas enfim...). A série que acompanhava era uma então nova adaptação dos quadrinhos de Marjorie Henderson Buell, originalmente intitulada The Little Lulu Show que, por sinal, possuía um traçado e filtro de animação que lembrava bastante Turma da Mônica (minha infância seria extremamente bem recompensada se um crossover fosse realidade, eu já imaginei, mas é algo do tipo "Marvel vs. DC" nos cinemas, praticamente impossível).

Comparado aos personagens de Maurício de Sousa, Luluzinha foi, digamos, a mais presente televisivamente. Por outro lado, nos quadrinhos o negócio se inverte. De Luluzinha apenas conhecia esta série e para mim só existia ela e mais nada. Outra semelhança engraçada com Mônica e cia, é relação de amizade e rivalidade entre Lulu e Bolinha (ele era basicamente o co-protagonista, tinha um carisma ímpar e assim roubava a cena) assim como era entre Mônica e Cebolinha. São somente similaridades de ambas as obras, porque tem gente que quer pagar de sabe-tudo na internet e afirmar que tal desenho é cópia de outro que tem pequenos detalhes semelhantes e que podem até mesmo ser base por inspiração que acabam fazendo com que sejam tachados de cópias e o desenho inteiro é julgado assim. Acho isso bem errado. Quem é leigo no assunto e está achando que as aparências podem indicar uma possível "cópia", só digo que Luluzina veio beeem antes, lá em meados da década de 1930, enquanto Turma da Mônica surgiu no final da década de 1950. Não dá para dizer se houve ou não pequenas inspirações, mas é bom encara-las como singulares.

Tirando o casal protagonista, outros personagens que me vem à mente são: o inesquecível Carequinha, a Aninha (melhor amiga de Luluzinha), Juca, Alvinho, Zeca e os pais de Lulu.

O principal atrativo desse desenho, a última série especialmente, é a vibrante paleta de cores. Minha história com ele terminou - na TV - de um jeito não tão convencional. No final de 2009 ganhei um MP7 com dois chips e acesso à TV aberta (era pura ostentação pra mim nesse tempo relativamente nostálgico) e acordava todo sábado bem cedo da manhã e antes de tomar banho ligava-o pra assistir, acabava pegando o finalzinho do filme no Corujão e a seguir começava o Festival de Desenhos com a primeira (talvez única) atração que não me pegou de surpresa, mas foi gostoso de rever aqueles cenários, aqueles personagens variados com histórias tão simples, sobretudo me divertir com as travessuras do Bolinha que é, de longe, meu personagem favorito. Essa fase não chegou a durar mais do que deveria, porém serviu como uma boa distração dos problemas (eu tinha 14 anos, mas tinha muitos problemas, como qualquer adolescente). Após isso, Luluzinha sumira sem que eu pudesse ouvir falar ou vê-la novamente dando o ar da sua graça na TV.

                                                                                AGORA

Para satisfazer a galerinha mimizenta, o desenho poderia se adequar aos novos tempos e tranquilamente voltar às telinhas em horário acessível (não para "vampiros", tipo 5 da manhã). Tenho certeza que uma boa parcela dessa geração com tablets, fidget spinners e saturada de Galinha Pintadinha e Peppa Pig, se entusiasmaria com esses personagens icônicos e memoráveis.

P.S1: Podia-se imaginar o mesmo fim tanto para Mônica e Cebolinha como para Lulu e Bolinha: Casamento.

P.S2: Nem lembro direito dos plots dos episódios, só imagens aleatórias. Acontece que Luluzinha não foi deveras marcante a ponto de ser colocado em igual patamar de Bob Esponja ou Looney Tunes. De qualquer forma, fazia-se como um ótimo entretenimento. Acho que vou criar uma série alternativa à essa com o título Baú da Memória Duvidosa só abordando produções que não consumi na medida que eu gostaria.

P.S3: Não é gif, mas já aviso que... qualquer semelhança é mera coincidência:



*As imagens acima são propriedades de seu respectivo autor e foram usadas para ilustrar esta postagem sem fins lucrativos.

*Imagens retiradas de: http://blog.lancamentosnetflix.com.br/2012/04/luluzinha-desenho-infantil-1995-1999.html
                                     http://ciadosgifs.blogspot.com.br/2014/06/luluzinha.html

Comentários

As 10 +

10 melhores frases de Vegeta

10 melhores frases de Fullmetal Alchemist

10 melhores frases de Coringa

10 melhores frases de O Homem de Aço

Gifs assustadores que não vão deixar você dormir! (Especial Palhaços)

10 melhores frases de Cavaleiros do Zodíaco

10 melhores frases de As Terríveis Aventuras de Billy e Mandy

Não era pra ser Kami-Sama na dublagem? [Resposta ao Bunka Pop]

10 melhores frases de "V de Vingança"

10 melhores frases de Death Note