quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Era das trevas


Ouça a sonata reverberante. Eis o soar do prenúncio catastrófico. Apure seus ouvidos enquanto sua visão ainda mantém-se nítida quanto à realidade. Ela só parará quando a outra começar.

Não lute mais, ela chegou. Lamente-se em dor o que não disse em oportunidades passadas.

Eles vão quebra-lo, balançar e confundir sua mente até o limite mais impensável.

Preserve o último ponto de luz que sobrou em suas mãos. A derradeira estrela não pode se apagar tão cedo... não antes do obscurecer eterno. Carregue-o enquanto ainda há tempo.

Vê-se sem tempo? Então perdestes as últimas chances de uma resistência equilibrada.

Agora abre-se o caminho para que eles invadam teu espaço. Roubem teus sonhos. Esmaguem seu coração. Até que se satisfaçam com teu sofrer.

Ela chegou. Não tente voltar atrás, as portas estão trancadas.

Não corra. Não olhe. Não sonhe. Eles vão perceber cada movimento seu, minuciosamente.

Somente aguarde o julgamento final quando todo seu mundo estiver desolado, combalido e decadente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Críticas? Elogios? Sugestões? Comente! Seu feedback é sempre bem-vindo, desde que tenha relação com a postagem e não possua ofensas, spams ou links que redirecionem a sites pornográficos. Construtividade é fundamental.