Contos do Corvo #25



                                                                    CEIFEIRO HUMANO


Existe uma história atual e presumivelmente desconhecida nesta região, uma lenda sobre este cemitério que frequentemente visitamos... Talvez o velhote não conheça, não sei quantas décadas ele tem. Afinal, vocês já ouviram falar da lenda do Carrasco? Não? Pois bem... Claro, vocês devem ter o conhecido por meio de livros, filmes ou podem até não lembrar de coisas faladas a respeito dele que vocês pudessem ter ouvido em algum momento da vida, alguma lembrança nebulosa. Porque é simplesmente impossível alguém nascido e criado nessa região que não tenha ao menos escutado um fragmento dessa lenda. Num passado distante, ela atraiu várias pessoas curiosas até aqui.

Na verdade, nunca houve de fato um ocorrido trágico testemunhado que fosse de autoria desse indivíduo misterioso. Mas contando do começo: O Carrasco - posteriormente sendo denominado como Ceifeiro/Ceifador Humano - era encarado pelos mais crédulos como uma entidade guardiã deste cemitério. Haviam regras que só foram descobertas quando alguns corpos foram encontrados enfiados na terra de cabeça para baixo.

Especulativamente, consistia em uma punição diferente para cada infração de regra. Isso só pôde ser confirmado graças a um repórter, que na época se interessou pelo caso e seu prestou ao trabalho de apurar cada fato relacionado à sinistra lenda.

Passou a ser categorizado como confidencial pela central de jornalismo da cidade na época. Ou seja, não viria ao conhecimento do público de maneira nenhuma, a menos que a história ganhasse contornos menos absurdos, se é que me entende.

Uma vez eu puxei a ficha de um visitante que sobreviveu para contar. Seu nome era Edmund Hockler. Eddie - como era normalmente chamado pelos falecidos amigos - descreveu o Carrasco como um homem trajando uma mortalha negra que lhe cobria praticamente todo o corpo - exceto as mãos e a parte inferior do rosto (o queixo e os lábios, no máximo) - e portando uma foice com cabo meio irregular e uma lâmina curva bem afiada e que parecia reluzir na luz da lua. Nem me perguntem como consegui essas informações, não foi nada fácil, e serve de brecha para uma outra história.

Edmund prometeu, durante o interrogatório, não fazer mais visitas ao cemitério à noite com o objetivo de se encontrar com o Carrasco novamente.

Nenhum visitante que entrou aqui naquela época conseguiu escapar da foice do Carrasco.

Menos um... Sim, claro, o tal repórter. Ele violou a pior das regras: Nunca entrar no cemitério após a meia-noite e sozinho. No entanto, a sorte parecia ser sua fiel companheira. A partir daquele momento, ele confirmou a verdadeira razão pela qual ninguém que visitou o cemitério conseguiu retornar.

Os jovens desimpedidos violavam as sepulturas, somente para irritar o Carrasco - sempre com um deles em cada dia e na hora exata.Tratavam-o como se fosse uma "máquina", programada especificamente para matar quando um de seus "filhos" tivesse sua dignidade ferida por seu corpo ser retirado do local onde foi devidamente enterrado. Sim, haviam sepulturas vazias. Mas foram restauradas no dia seguinte.

O repórter concluiu, mais tarde, que as aparições do Carrasco naquele determinado período se davam por conta do alto número de mortes na região provocadas por um serial killer implacável.

Foi quando o assassino tivera sua captura e prisão decretadas que o Carrasco não foi mais visto nas vezes em que o repórter vinha aqui conferir.

Não se sabe, até hoje, se ele é algum tipo de humano possuído por alguma entidade. Mas é certo que só surge em tempos de sangue nesta cidade. Em outras palavras, se o índice de criminalidade voltar a seus agravantes significa que seu retorno a este cemitério é bem provável.

Do que jeito como andam as coisas hoje em dia, não duvido de mais nada. As regras podem mudar. Mas o espírito de guardião permanecerá inalterável. 

Sempre punindo os vivos que desrespeitam os mortos. 






Notas do autor:

*¹ Na próxima edição será revelado o que ocorreu para fazer com que a menina permanecesse na cidade. Não apareceram nesta justamente em favor do suspense.

*² Qualquer semelhança com "O Ceifador" é mera coincidência rsrs.



*A imagem acima é propriedade de seu respectivo autor e foi usada para ilustrar esta postagem sem fins lucrativos ou intenções relativas a ferir direitos autorais. 

*Fonte da imagem: http://busaodechocolate.blogspot.com.br/2008/04/o-que-ceifador.html



Comentários

As 10 +

10 melhores frases de Vegeta

10 melhores frases de Fullmetal Alchemist

10 melhores frases de O Homem de Aço

10 melhores frases de Coringa

Gifs assustadores que não vão deixar você dormir! (Especial Palhaços)

10 melhores frases de Cavaleiros do Zodíaco

10 melhores frases de Death Note

8 momentos mais vergonhosos de Vegeta

Enquetes Dragon Ball #12 - Vencedores!

10 melhores frases de As Terríveis Aventuras de Billy e Mandy