Diário de Vicky Hattori - A Origem da Violinista Mascarada (Parte 15)


15º DIA: SINFONIA LÚGUBRE

10/07/2014

Restam-me poucas horas. Ela está aqui... Sim, nos conhecemos, Aiko, minha irmã gêmea, está bem aqui, parada diante de mim... mantendo-me refém ao segurar o Sacrifitorum. Seu reflexo no espelho... é sombrio, taciturno e amedrontador. Nele posso ver seu corpo completamente negro - com exceção das roupas - e seu rosto, sua face coberta por uma "máscara" preta. Não tenho condições de explicar absolutamente nada.

Por que me importei? Por que justo minha própria irmã? É difícil de entender. Ela realmente é idêntica à mim! O cabelo, os olhos, o nariz, os lábios... até a marca de nascença. Mas vendo-a agora, de frente à mim, me encarando com um olhar desdenhoso e autoritário, consigo perceber seu real propósito. Sua dor possui um significado. A dor de alguém que sofreu pelas ações do destino. A dor de alguém que não viveu o bastante, que não experienciou com totalidade a felicidade que lhe foi, tragicamente, roubada. Compreendo sua raiva, Aiko. Seu ciúme, sua inveja e sua insatisfação com o destino que foi obrigada a traçar para conseguir reconquistar a vida que amou tão intensamente. Você voltou, então nada mais natural do que tirar o atraso dos 12 anos que passou estagnada naquela cova.

Deixarei que termine. Não sou digna de ainda permanecer respirando nesse mundo que deixei de ver com bons e inocentes olhos. No entanto, o fato de eu entender seus sentimentos não necessariamente significa uma obrigação para perdoa-la. Faça o que tiver que fazer. Mas lembre-se: Agiu de maneira dolosa, sujeitando-se a métodos malignos para redescobrir o amor dos nossos pais, para reaver sua vida... Mas estou aqui, submissa, você venceu! Mas não precisava descontar em mim os desprazeres que o destino fez você experimentar. Não precisa tirar de mim o que você quer recuperar. Mas não vou impedi-la. O que posso fazer? O que posso dizer para convencê-la do contrário? Portanto, tome este diário como herança. Você é a substituta. Até meu nome você pode roubar. Então, acabe logo com isto. Acabe comigo. Depois de tocarmos juntas a sinfonia lúgubre. A última de minha vida e a primeira da sua.


CONTINUA...




*A imagem acima é propriedade de seu respectivo autor e foi usada para ilustrar esta postagem sem fins lucrativos ou intenções relativas a ferir direitos autorais. 

*Fonte da imagem: http://www.lendas-urbanas.com/mulher-velorio/



Comentários

As 10 +

10 melhores frases de Fullmetal Alchemist

10 melhores frases de Vegeta

10 melhores frases de O Homem de Aço

10 melhores frases de Coringa

10 melhores frases de Cavaleiros do Zodíaco

Gifs assustadores que não vão deixar você dormir! (Especial Palhaços)

10 melhores frases de Death Note

Mais 50 fatos sobre mim (Parte 2)

O fim (?) de Dragon Ball Super

Crítica - Boneco do Mal