terça-feira, 24 de novembro de 2015

A peça que não falta


"Você não nasceu para viver junto deles".

"Você não deve se curvar à eles".

"Você não é igual à eles".

Palavras que transbordam da mente, para depois o silêncio as liquefazer e jorrarem nos olhos o manancial frio e amargo das lágrimas ou nos profundos danos da pele para derramar a cachoeira escarlate e fervente.

Jurei à mim mesmo que nunca me rebaixaria a ponto de pegar um dos cacos espalhados e expurgar esta alma que não passa de uma peça de um quebra-cabeças que não existe em nenhum outro lugar.

"Mas pra quê se mortificar estando no inferno? Não faz sentido!", ela diz à mim.

Anestesiei minha dores, mas certas feridas ainda lancinam meu corpo.

Podem usar os cacos que espalhei para magoa-las e abri-las ainda mais, não passam de corrompedores e imundos, com o único intuito de abrir todas as portas que deveriam se manter trancadas.

Tentem enquanto ainda lhe restam forças. A dormência tomou conta deste fraco receptáculo de uma alma que não merece estar nele.

"Então, por que sentir dor?".

Na verdade não sinto mais nada, as frustrações tornaram-se indolores. O quebra-cabeças do qual eu deveria fazer parte é imaginário, fugaz nos meus sonhos mais loucos e fantasioso nas minhas memórias criadas.

Fui trazido a esta vida... Não sirvo para ela... Como peça impertinente não devo ser visto, não devo ser acolhido, não devo viver e nem sofrer... não devo me encaixar.


5 comentários:

  1. "Fui trazido a esta vida... Não sirvo para ela... Como peça impertinente não devo ser visto, não devo ser acolhido, não devo viver e nem sofrer... não devo me encaixar." exatamente...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo comentário, Sah. Volte sempre :)

      Excluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Belo texto, belo e profundo! nos faz refletir.
    Aproveitei a visita e li algumas coisas bem interessantes aqui, parabéns mais uma vez pelo blog e obrigada por estar sempre presente la no Poemas Góticos, é sempre uma honra.
    Peço perdão por ter demorado a passar por aqui, a correria do meu dia a dia que não ajuda muito, sabe como é né, fim de ano é sempre aquela bagunça! rrsrs Mas voltarei em breve!!
    Beijos querido.

    -Lady

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Lady! :)
      Fico grato pela visita e leitura, muito obrigado. É o que acontece quando penso demais nos meus problemas, reflito demais sobre tudo, ficando imerso nas palavras que anseiam para serem libertadas da mente. Isso tudo, algumas vezes, pouco depois de acordar, e acabam saindo textos assim, acho que é o período em que minhas ideias estão mais pulsantes, não sei porque rs.
      Continuarei ligado nas atualizações do Poemas Góticos! Volte sempre ^^

      Excluir

Críticas? Elogios? Sugestões? Comente! Seu feedback é sempre bem-vindo, desde que tenha relação com a postagem e não possua ofensas, spams ou links que redirecionem a sites pornográficos. Construtividade é fundamental.