Diário de Vicky Hattori - A Origem da Violinista Mascarada (Parte 10)


10º DIA: CONFUSÃO E DESCRENÇA

Rachel não foi à faculdade hoje, mas telefonou para mim pelo novo número do fixo me dizendo estar deprimida pela partida repentina do irmão. Não, ele não está morto. Apenas saiu escondido de casa sem deixar nenhum bilhete, nem nada como aviso para informar o lugar. O restante da família reside fora do país, mas ela acredita que ele permanecerá no estado ou vai se mudar para outro, pois sabe que ele não tem a mínima condição atualmente de viajar para o exterior.

O guarda-costas só foi autorizado a me escoltar na ida à universidade e no retorno, sempre de carro. Enquanto ele ficou na sala vendo TV há algumas horas, eu saí pela janela e me direcionei a uma cabine telefônica para contatar o irmão de Rachel. Em vão. "O número que você ligou está fora de área ou não existe". Ou seja, ele trocou de aparelho. Em resumo: Ele fugiu! Em outras palavras, ele é meu salvador! Como não pude pensar nisso antes!? Quero muito, mas muito mesmo não pensar na possibilidade de um dos meus amigos estar envolvido com o Maestro. Isso porque, na saída da faculdade, no fim de tarde, John me acompanhou pelo corredor e conversamos um pouco. Daí então que percebi algo caindo de sua mochila com o zíper semi-aberto. Uma foto meio borrada, esbranquiçada, desgastada, parecendo ser uma mulher jovem... os cabelos, por um momento, achei parecidos com o meu. Peguei a foto rapidamente, antes dele voltar sua atenção à mim. As visões tem piorado bastante. Hoje mesmo comi um "delicioso" espaguete de larvas e tomei um suco com gosto de sangue humano.

E sobre minha suposta doppelgânger... Não sei. O Maestro pode ter suspendido a caça por não querer chamar a atenção da polícia. Talvez o meu perseguidor disfarçado tenha feito sua própria vigilância e constatado ser impossível agir com um guarda-costas muito bem treinado e um vigia armado. A foto é pequena. Quando voltei pra casa a deixei cair e minha mãe a apanhou, levando um susto em seguida. Fingi não me importar e continuei caminhando, disfarçando meu interesse na surpresa dela. Depois me escondi na parede e a segui... até o jardim onde lá mesmo ela acendeu um isqueiro e queimou a foto enquanto chorava discretamente. Afinal, quem é essa garota?


CONTINUA...


*A imagem acima é propriedade de seu respectivo autor e foi usada para ilustrar esta postagem sem fins lucrativos ou intenções relativas a ferir direitos autorais. 



Comentários

As 10 +

10 melhores frases de Vegeta

10 melhores frases de Fullmetal Alchemist

10 melhores frases de O Homem de Aço

Gifs assustadores que não vão deixar você dormir! (Especial Palhaços)

10 melhores frases de Coringa

10 melhores frases de As Terríveis Aventuras de Billy e Mandy

10 melhores frases de Cavaleiros do Zodíaco

10 melhores frases de Death Note

Baú Nostálgico #23: Inuyasha

As Meninas Superpoderosas: A História de Brenda