Por que eu não peço comentários? (Finalmente a resposta)

Juro que meu desempenho é muuuito superior à isso no papel
Houve um tempo, mais precisamente no primeiro ano do blog, que eu realmente esperava algum retorno por parte dos leitores que hoje carinhosamente chamo de gasparzinhos e costumava pôr bem no finalzinho da postagem a frase que não me atrevo mais a incluir. Gostou do post? Comente e compartilhe no G+. Desse jeito aí mesmo. Nunca era "nas rede sociais", o G+, na época que ainda valia a pena perder uns bons minutinhos acompanhando as postagens, era priorizado de uma maneira que parecia estar tornando ele a única opção de fato aceitável para compartilhar minhas obras. De modo natural fui perdendo, meio que sem perceber, esse hábito e lá no fundo tinha certeza que não bastava. Posteriormente, revi essa visão, mas sem me enxergar como um ex-mendigo.

Com esse esclarecimento não quero enfatizar nada que seja interpretado como "não gosto de receber comentários". Quem afinal em sã e plena consciência cria um determinado conteúdo após investir tempo e disposição nele e acredita que nenhum retorno vá lhe satisfazer? De vez em quando recebo umas opiniões e dou uma checada lá na aba de comentários do Blogger e formo um sorriso de contentamento quando vejo lá um nome diferente, mesmo quando é anônimo. É ainda mais gratificante quando a opinião é superpositiva. Mas sanando de vez a dúvida (que talvez não seja de ninguém, mas enfim...): Eu desisti de pedir feedbacks nas postagens exatamente por respeitar a liberdade dos leitores em opinar ou não sobre o conteúdo. Não que você pedir comentários seja algo grosseiro ou obrigativo, mas, claro, tudo possui seu limite. E já vi bastante desse limite sendo quebrado no Nyah! Fanfiction com autores que dão a entender ameaçarem parar com a história caso não tenha X comentários, o que é de uma tremenda falta de respeito com seu público. Mesmo com ideias em potencial isso acontece, o autor só mira seu interesse unicamente no número de críticas e encerra (às pressas) ou abandona a história sem dar a mínima para quem acompanhou "nas sombras". Ou sequer pensou nesse seleto grupo. Aproveito e aconselho: Tal atitude não é exemplo a seguir.

Falo isso porque particularmente eu não acredito, não me passa pela cabeça, você postar um conteúdo na internet e o mesmo ficar totalmente "invisível", do tipo que passa despercebido por todos e nunca sendo conferido, apreciado e comentado. Isso pra mim não existe. Então para quem está começando agora nesse lance de blogar (o negócio que rende fruto$ atualmente é Youtube, mas creio na existência dos blogueiros iniciantes nas plataformas gratuitas nesta época) e sentiu que não teve um bom começo de carreira por ter recebido um número de comentários abaixo do esperado, vou dar a dica mais simplista aqui: Não desista. Sempre olhe as estatísticas, seu blog pode estar sendo visitado em vários países diferentes. Exponho abaixo os números de acessos com relação ao público nacional e internacional do Universo Leitura entre as 10 horas de ontem (03/06) e às 09 horas de hoje (04/06) (de acordo com o Blogger):

Brasil: 181 | Estados Unidos: 11 | Holanda: 2 | Bélgica, Equador e México: 1

Nenhuma surpresa o blog possuir maiores acessos daqui do Brasilzão mesmo. Só resumindo, as três maiores concentrações (por semana, por mês e por ano) são no Brasil, nos Estados Unidos e na Rússia. Isto serve para tranquilizar quem acredita que perdeu tempo com um blog impopular. Olhar os números é de grande importância. Saber que tenho leitores fantasmas me deixa sim menos desanimado, pois antes ser lido sem reconhecimento expressado do que nunca lido e ainda assim continuar o trabalho (escrevendo para as paredes, como dizem). Reitero a questão da liberdade do público em comentar ou não seu conteúdo. Nas minhas fanfics eu sempre deixo claro que críticas construtivas são bem-vindas e que a pessoa está à vontade para tecer um comentário ou apenas permanecer lendo até o fim, mas que é sempre válido favoritar a história para assim eu ter ciência de que existe uma alma viva acompanhando meus escritos. Aqui é meio diferente, passei a deixar subtendido que quem quiser comentar o faça e quem não estiver afim... tudo bem, ao menos você está lendo algo que eu posto. E uma opção para quem não tem muito estímulo para comentar (às vezes pode ser até por timidez, eu sei bem como é) são as reações, bem aqui embaixo e que há alguns dias mudei para "Gostei" e "Não gostei" quando antes eram três opções "Ótimo", "Regular" e "Ruim", acho que do jeito que está é mais simples e completo.

Receber opiniões tem sua importância fundamental para o crescimento de qualquer criador de conteúdo, mas é preciso reconhecer que não é mandatório você pedir que comentem e nem as pessoas de comentarem. A liberdade reside nos dois lados.

Comentários

As 10 +

10 melhores frases de Vegeta

10 melhores frases de Coringa

10 melhores frases de O Homem de Aço

10 melhores frases de Cavaleiros do Zodíaco

10 melhores frases de Fullmetal Alchemist

Gifs assustadores que não vão deixar você dormir! (Especial Palhaços)

10 melhores frases de Matrix

Crítica - Combatentes da Liberdade: Ray

10 melhores frases de As Terríveis Aventuras de Billy e Mandy

10 melhores frases de "V de Vingança"