Thundercats Roar - Só mais uma coisa...


Essa postagem aqui serve como um adendo àquela na qual opinei sobre o mais novo reboot e generosamente vou resumir para quem não tiver paciência de precisar ler a outra para entender. Sintetizando, o mais simplesmente possível, o que falei no texto de opinião ( que por sinal não é nenhuma redação de ENEM, está mais para desabafo de alguém com farta memória afetiva): Eu odiei sim a animação dessa nova (e polêmica) encarnação dos Thundercats. Pronto, já não tem necessidade de ler três parágrafos onde detono sem nenhum pudor (conscientemente, claro) na produção que vem com a promessa de mesclar comédia e aventura (priorizando a comédia). Eu tenho visto outras opiniões praticamente contrárias à minha e das que li eu poderia condensa-las em somente quatro palavrinhas: Aceita que dói menos.

Pois é, eis o "argumento" que no fim das contas dispensa qualquer explicação que exija um grande número de linhas (para quem defende essa pataquada aí acima com unhas e dentes). Tudo bem que nenhuma geração é dona de um desenho, filme, série ou anime. Todo fã que assistiu a série clássica nos anos 80 e criticou ferrenhamente o desenho novo tinha que prezar por essa conscientização. Eu assisti o clássico nos anos 2000 na extinta Sessão Desenho do SBT, sempre que passava pela tarde e umas vezinhas no Bom Dia e Cia e o reboot em idos de 2012 no mesmo programa (que eu curti bastante, por sinal). Sim, muita gente que esnobou esse reboot anterior andou crucificando a versão 2019 e nesse ponto a crítica perde o valor, não é difícil compreender. Mas e o público maaais velho, lá dos 80's? Não tem o direito de criticar também? Ou só o infame chavão "aceita que dói menos" basta para calar a boca (ou os dedos) de quem não aprovou a releitura? Ao menos pra mim não. Ah, Lucas, chega dessa conversa fiada, tu tá julgando o livro pela capa, o desenho nem lançou ainda!" Não é bem uma questão de julgar sem conhecer, mas sim conhecer os antecedentes de tal coisa e vê-la numa outra pegada que não faz o menor sentido ser inserida nela.

E não, não senti minha infância sendo destruída. Da mesma forma que a minha opinião é irrelevante para o Cartoon Network, esse reboot é ainda mais irrelevante para causar um impacto terrível na minha memória de infância, então não fiz a típica birrinha de "infância arruinada". É só uma expressão hiperbólica usada por quem não tem a mínima ideia de como apresentar uma opinião equilibrada, madura e consciente. Tá, eu exagerei em alguns pontos da minha crítica, dizendo ter sentido ojeriza e ranço, confesso que nesse ponto me deixei levar pela grande insatisfação verdadeira que tive logo ao ver a imagem promocional desses novos Thundercats. Houve quem tenha chamado os traços de retardados, aí vai do ponto de vista de cada um. Tudo o que o reboot transparece é uma versão boboca que vai se utilizar de um bengala chamada comédia. Traços que lembram outra animação do Cartoon Network que é Steven Universo, uma série que, na minha opinião, não tem nada lá de muito especial. E apenas o fato de Steven Universo ser bem-sucedido entre o público não significa NADA que essa versão de Thundercats poderá repetir tal êxito na recepção de quem vai estar assistindo. Acreditar que o sucesso de uma série já é garantido somente se baseando na lembrança dos traços de algum outro campeão de audiência do canal é um tanto equivocado.

Ah, mas é o que rende atualmente né? Um desenho animado com humor bobinho ideal para a geração de hoje. Mas o problema é justamente ser Thundercats, uma série de ação. Existem certas coisas no entretenimento, principalmente no que tange aos desenhos animados, que realmente precisam ficar ali no cantinho bem quieto. Querer transformar um produto em algo que conquiste facilmente o público através de um aspecto que em pouco (ou quase nada) esse determinado produto aspirava antes é um pouco subversivo. Então sim, de certa forma esse reboot distorce a essência de Thundercats. Arriscar trabalhar com outros gêneros e atmosferas em obras que ficaram marcantes porque trabalhava aquele outro gênero que era prioridade só pode levar à esse tipo de histeria coletiva dos fãs mais antigos. Não desfrutei da época em que o clássico foi exibido originalmente, mas tive contato o bastante para poder dar minha opinião seguro da minha perspectiva. E todos que ficaram incomodados com esses novos designs estão sim no direito de tecerem suas críticas (claro, de forma lúcida, não sair por aí esbravejando e amaldiçoando o Cartoon Network). Essa conversinha de "aceita que dói menos" não funciona comigo (argumentativamente) e só porque não sou mais o público-alvo não significa que deixarei uma coisa dessas passar despercebida. Ser um fã "velho" que não prestigia certas animações atuais não me impede de criticar algo que curtia na infância e sofreu uma nova roupagem para a nova geração, roupagem esta que não me agradou.

Por que Baby Looney Tunes funcionou tão bem? Hum, deixe-me ver aqui... Deve ser porque é uma versão com humor levinho derivada de um desenho que já possuía a comédia como seu carro-chefe! Uma diferença simplíssima. Eu tenho plena ciência de que o Cartoon Network está cagando e andando para minha opinião, isso é muito óbvio. Mas enquanto reboots descabidos de produções adoradas pelos adultos que respiram nostalgia continuarem saindo, as reclamações não vão cessar. E vamos ser honestos? Existem as que são feitas com razão e lucidez, ainda que não seja o público-alvo que vai consumir a novidade, mas aqui se trata de um desenho que todo mundo que tem idade em torno dos 30 e poucos anos acompanhou e agora está recebendo uma nova versão que não os agradou. Será que eles estão isentos de opinarem apenas porque não vão assistir? Ou só a opinião da geração atual é válida? Nesse caso em específico, a crítica é levada em consideração não importa se é geração X ou Y ou Z. Generalizar quem é da velha guarda em relação às críticas feitas ao novo Thundercats não é um bom caminho para defende-lo.

*Este texto foi uma resposta ao Imaginago (do qual sou inscrito) que comentou sobre o assunto em um vídeo lançado nesta semana que você pode conferir clicando aqui.

*A imagem acima é propriedade de seu respectivo autor e foi usada para ilustrar esta postagem sem fins lucrativos. 

*Imagem retirada de: http://trecobox.com.br/2018/05/21/polemica-thundercats-ganha-nova-versao-e-gera-discussao-na-internet/

Comentários

As 10 +

10 melhores frases de O Homem de Aço

10 melhores frases de Coringa

10 melhores frases de Fullmetal Alchemist

10 melhores frases de Vegeta

Gifs assustadores que não vão deixar você dormir! (Especial Palhaços)

10 melhores frases de Cavaleiros do Zodíaco

10 melhores frases de As Terríveis Aventuras de Billy e Mandy

10 melhores frases de Matrix

10 melhores frases de Death Note

5 mistérios em Supernatural que devem (ou não) ser solucionados