Mission Mars - Arquivo Proibido


Este é o e-mail que o jovem descobridor da perturbadora verdade enviara para seu psicólogo, contrariando a informação sobre seu desaparecimento repentino difundida pelos noticiários. 

   _______________________________________________________________________________

23 de Agosto de 2020.

Olá doutor.

Não sei exatamente um modo menos difícil de começar essa mensagem... Então, comecemos pelo óbvio: Estou vivo, para nossos alívios. Mas antes de mais nada, o senhor deve seguir a ordem: Apague este e-mail imediatamente após lê-lo completamente. Não pense mal da minha pessoa, doutor, por favor, não é algo que partiu de mim... mas sim deles. Quem sou eu para ordenar alguém a fazer alguma coisa que esteja contra sua vontade? Enfim, deve fazer isso, sem questionar ao me mandar uma resposta, aliás nem pense nisso!

Leia com atenção, principalmente os parágrafos finais. Isto também é uma ordem que eles me pediram, só para ressaltar o quanto é importante eu afirmar isto, mesmo já tendo explicado acima. Não fui cobaia de nenhum experimento monstruoso, não fui dissecado, nem torturado física ou psicologicamente.

Garanto para o senhor que estou perfeitamente no meu juízo, podem ter arrancando inúmeras informações de mim, mas não me tomaram a sanidade mental, o que pelo visto é a única coisa nesta vida que conseguirei manter por uns anos. Minha faculdade, meus sonhos de me tornar advogado, de construir uma família, de garantir uma vida equilibrada pessoal e profissionalmente... tudo isso morreu, virou cinzas, nada restou.

Tamanha generosidade em me deixar entrar e sair sem nenhum arranhão eriçou cada pelo dos meus braços. O modo como eles falavam... Não, não vou me aprofundar nos detalhes, a voz deles preenche minha cabeça toda vez que me lembro. Queriam saber absolutamente tudo sobre mim. Uma sala meio escura, mais uma lâmpada fraca no teto e dois homens engravatados e de terno preto me entrevistando "amigavelmente". Se ficou uma marca, sim ficou. Aquelas amarras de couro doíam um pouco, foi desconfortável. No momento que começariam a fazer as perguntas, tiraram a venda dos meus olhos. Definitivamente não falavam como humanos. É absurdamente difícil de explicar.

Perguntaram tudo. Meu nome completo, os nomes de cada membro da minha família (no caso, eu não conhecia todos, então um deles marcou algo na prancheta que segurava, não faço ideia do que era), nomes dos meus amigos (todos eles), dos meus professores... pois é, infelizmente, tive de dizer o seu, doutor. Para cada pergunta que eu era incapaz de responder, eles marcavam algo no papel. Eu estava sendo obrigado a lembrar de coisas até de quando eu era bebê! Se recorda do vídeo que comentei com o senhor antes do meu sumiço? O cara de terno, rosto ocultado, voz distorcida? Sim. A tal "Ordem" viu um potencial em mim. Apenas por que assisti um maldito vídeo de uma missão espacial em Marte!

Voltando ao começo, eu tinha sido sedado, e depois acordei meio grogue naquela sala - ainda tudo escuro -, como se estivesse uma ressaca, era mutia fadiga, então eles me deram duas horas para me recompor totalmente. Era uma droga pesadíssima, nada que eu já tenha visto neste mundo.

Após o interrogatório, fui sedado de novo e acordei... bem, acordei onde eu, agora mesmo, neste exato momento em que escrevo este e-mail, estou: Um abrigo subterrâneo. Eles se referiam á mim somente como "A Testemunha". Como retribuição, me ofereceram uma papelada cujo conteúdo não pode cair em mãos erradas, não deve vir ao conhecimento de ninguém. De nenhum civil, militar ou político. Quando eu digo ninguém, é ninguém mesmo, ninguém mais na Terra... além de nós dois.

Um dossiê completo sobre o plano ultra-secreto que eles andam desenvolvendo há mais de... Bem, não fui obrigado a dizer há quanto tempo, então esse detalhe vai permanecer omitido, para nossa segurança.

Há fotos também. Elas... devo dizer, são bem incômodas (pra não dizer apavorantes). Celas de contenção máxima que abrigam abominações de fazer inveja aos monstros que surgiam nos meus piores pesadelos. Estão em preto e branco, o que deixa tudo mais perturbador. É simplesmente horrível. Também fui proibido de fazer descrições detalhadas demais, então o máximo que posso dizer a respeito delas é com adjetivos. Além disso, eles comandam redes de tráfico de pessoas, financiam o comércio ilegal de órgãos, possuem acesso às contas de usuários de redes sociais, contas bancárias, curas das piores doenças que existem, vírus mortais, códigos nucleares... uma infinidade de mais outras coisas que o senhor não tem noção do quão perigosas são.

Só um pequeno segredo: Eles estiveram aqui bem antes de nós.

Eu exagerei, não foi? De pequeno isto aí não tem nada. Abalaria as estruturas se revelado.

Eu pensei tanto sobre para quem enviaria esse e-mail. Lógico que foi no senhor. A pessoa a quem desabafei todas as minhas frustrações, pensamentos... praticamente a quem eu me mostrei como sendo um livro aberto. Talvez mais do que um amigo. Fui obrigado a dedicar esta mensagem a alguém que nutro forte apreço e é a pessoa mais importante e seguramente confiável que pode manter este segredo irretocável até o fim de sua vida, sendo que o senhor deverá passa-lo, antes de sua morte, a alguém em quem confie, tendo ciência de que esta pessoa jamais ousará revelar esta verdade para o mundo.

Por favor, doutor, guarde o envelope que chegará aí, na sua casa, amanhã, como se fosse sua própria vida.

O mundo mudou em segundos depois da revelação daquele código sinistro e também do vídeo.

Nada mais parece a mesma coisa. Lamento pelos astronautas que morreram antes de partir para a viagem. E também lamento que a tal missão rumo à Marte esteja à um passo da oficialização.

O que deve fazer após receber o dossiê é criar uma cópia do mesmo, sem lê-lo. Leia apenas a cópia, mas antes disso pegue os papéis originais usando luvas bem higienizadas. Em seguida, queime o material original, todo o conteúdo deve ser destruído. Preserve somente as cópias e somente leia uma folha a cada 6 meses. Não questione as razões que fazem o plano ser desta forma, por favor. É de extrema importância que mantenha máximo sigilo. Caso o contrário, sua desobediência acarretará em implicações desagradáveis para o senhor.

Ops... desculpa... Caramba, me perdoe doutor, falei de uma forma meio fria e mecânica com o senhor, mas é que... estão me cutucando... de um modo meio doloroso. É uma espécie de antena do tamanho de uma agulha que eles puseram na minha nuca para se certificarem de que estou falando a verdade. Pois é, fui escolhido mas não parecem confiarem totalmente em mim. Vai entender.

Ai!

Esses malditos...

Não, não posso desrespeita-los, ainda mais agora. Melhor parar por aqui ou essa coisinha aguda pode acabar me eletrocutando até a morte.

Presumo que eu tenha sido suficientemente claro. Repetindo: Use luvas. Somente a cópia. Destrua o original. 6 meses. Não questione. Se desobedecer, sofrerá as consequências dentro dos parâmetros estabelecidos.

Adeus, doutor.



Comentários

As 10 +

10 melhores frases de Vegeta

10 melhores frases de Fullmetal Alchemist

10 melhores frases de O Homem de Aço

10 melhores frases de Coringa

10 melhores frases de Cavaleiros do Zodíaco

10 melhores frases de Death Note

Gifs assustadores que não vão deixar você dormir! (Especial Palhaços)

10 melhores frases de As Terríveis Aventuras de Billy e Mandy

Uma fic sem capa pode ser...

Biografia Nerd #6: Optimus Prime