E lá se foram três...


Não sei nem por onde começar, honestamente. Pode soar um tanto clichê o que estou pensando agora, mas é a verdade, é a mais sensação mais palatável que estou tendo. Sinto como se ontem mesmo eu tivesse considerado a brilhante ideia de criar e administrar um blog cujo objetivo era somente escrever e soltar tudo o que brotava e florescia nas entranhas da minha imaginação. Se eu já tiver dito isso antes, então é por causa desse efeito meio emudecedor que me impede de começar decentemente um texto abordando uma data especial.

"Ué, Lucas, os dois últimos textos de aniversário foram publicados na data em que o blog foi criado (26/01), então porque tão cedo neste ano? Muita pressa hein... Falta do que postar?"

Pois bem, excepcionalmente, neste recém-chegado 2017, este post de aniversário veio três semanas mais cedo. Primeiro: Sim, é meio que uma pressa. Segundo: Também. Poucas postagens programadas, no máximo umas três, contando com esta - logo só restam duas -, além do fato de eu ainda estar atarefado escrevendo os capítulos de Frank: O Caçador e Capuz Vermelho (que podem retornar neste mês, mas mantém-se incerto por conta da pós-produção - lê-se: revisão - que não é lá a fase mais tranquila do processo, requer atenção, paciência e, sobretudo, cautela).

Só hoje me liguei nesse detalhe: O blog possui dois aniversários. Um comemorando a criação total (o dia do "Big Bang") e o outro relacionado a mudança de nome do blog ocorrida no mês de Maio de 2014. Então significa que o Universo Leitura ainda não completou 3 anos? Sim e não.

Sim, pois o "Contos Diversos" não sobreviveu por mais do que 4 meses, e o que veio a seguir foi uma espécie de renascimento, uma nova roupagem. E não, porque... bem, porque esta postagem veio cedo demais (hahahaha) e ainda não chegou dia 26, enfim...

Mas ainda é o mesmo blog. Esteticamente falando, sim. Em termos de conteúdo, ele alçou uns degraus e tornou-se outra coisa. E sinto que ele já ultrapassou o ciclo de três, ainda que a data em questão não tenha chegado. Afinal, são apenas três semaninhas, então pra quê esperar, não é?

Fazendo um breve balanço geral da etapa passada... eu diria que foi aceitável (na falta de um termo mais apropriado). Tivemos a terceira temporada de Capuz Vermelho no primeiro semestre e que, infelizmente, acabou por se render a um longo hiato de 5 meses. Tivemos o retorno de Contos do Corvo com histórias novas. Tive de aposentar a categoria Reflexão por razão explicada no post das novidades, em Maio, sendo o texto "Inalcançável cura" marcando, assim, a despedida de tais desabafos expressos. Também tivemos a estreia de Frank: O Caçador, o spin-off de Nem Tudo É O Que Parece, na metade do ano. E tivemos a publicação do conto A Violinista Mascarada e a minissérie-prelúdio Diário de Vicky Hattori, além da então nova leva de one-shots que pedia para nascer.

Embora não tenha sido o ano mais carregado do blog, está longe de ser considerado aquém do desejado. Cumpri parte dos objetivos, enquanto outros sucumbiram ao abismo da procrastinação (já falei sobre isso num post passado).

Além de tudo isso, o blog alcançou e passou a marca de 400 postagens, mesmo não sendo tão frequentado, mesmo não sendo popular, mesmo com uma divulgação ainda tão retraída, tal número, ao meu ver, prova que fui feliz em meu esforço de me manter resistente aos pensamentos mais negativos e desencorajadores, que me permiti seguir em frente mesmo com as áreas de comentários empoeiradas. Não vou parar. Não enquanto este espaço continuar me passando a imagem de um refúgio seguro do mundo lá fora. Não que eu seja um "eremita", eu saio, tomo um ar fresco, exercito meu corpo regularmente, mas entre o mundo exterior e o meu particular... fico com o meu, e ninguém não tem nada a ver com isso, não julgo o estilo de vida dos que conheço, então seria bom que o meu não fosse alvo de maus olhos.

Sinto-me orgulhoso de ter chegado até aqui (até parece que sou um vencedor de alguma competição sem um prêmio rsrs), ainda que o Universo Leitura seja um dos "fantasmas da blogosfera". Tem chão pela frente, muita água pra passar debaixo dessa ponte e muita lenha pra queimar.

Que a expansão continue.


Quer saber o que falei nos dois primeiros textos de aniversários? Então, seguem-se os links:

2014:

http://universoleituracontoscreepys.blogspot.com.br/2015/01/o-fim-de-uma-era-e-so-o-comeco-de-outra.html

2015:

http://universoleituracontoscreepys.blogspot.com.br/2016/01/aniversario-do-blog.html



*A imagem acima é propriedade de seu respectivo autor e foi usada e editada para ilustrar esta postagem sem fins lucrativos ou intenções relativas a ferir direitos autorais.



Comentários

As 10 +

10 melhores frases de Vegeta

10 melhores frases de Fullmetal Alchemist

Gifs assustadores que não vão deixar você dormir! (Especial Palhaços)

10 melhores frases de Death Note

10 melhores frases de O Homem de Aço

10 melhores frases de Cavaleiros do Zodíaco

10 melhores frases de Coringa

10 melhores frases de As Terríveis Aventuras de Billy e Mandy

Crítica - Saint Seiya: Soul of Gold

10 melhores frases de Mollock (Capuz Vermelho)