E se Dragon Ball GT fosse apenas um "sonho"?

Reprodução/ Toei Animation.
Ou pesadelo, como queira. Citar a maioria dos equívocos deste spin-off (consideração dada por Toriyama) passa longe do intuito deste post, além de que é chover no molhado, pois para qualquer fã que se dedica em amar a franquia, meio erro percebido já basta. Tem de se encarar o fato: Dragon Ball GT foi um ERRO, ainda que seja uma produção oficial, não é canônica (contra fatos não há argumentos, mas muita gente não se permite em assimila-los, sempre batendo na mesma tecla e gerando loops e loops em discussões infrutíferas). Também não vou falar sobre uma possível ligação com Dragon Ball Super (tem como?), muito embora a atual fase sirva de tema nesta postagem. Aliás, a ideia é inteiramente centrada nela. Na última postagem com os resultados das enquetes, eu deixei lá numa das observações um comentário a respeito do GT e que tinha uma ideia a ser apresentada noutra ocasião. E aqui está ela. Há uma salvação para remover esta anomalia.

Existe um recurso chamado de Continuidade Retroativa, ou mais comum e simplesmente conhecido como Retcon. Como se sabe, nos episódios finais da fase Z, Goku e cia reúnem-se no Torneio de Artes Marciais, Oob, Pan e Bra são apresentados e etc. Talvez o método citado possa ser necessário, não descarto a probabilidade de recorrerem à ele para preencher devidamente as lacunas quando finalmente a fase Super alcançar o final a ser modificado. Agora aqui vai meu pensamento: Bulma consegue criar maquinações super-avançadas, como todos os fãs sabem. No episódio imaginário Goku, a pedido da amiga, tornaria-se voluntário para um teste da mais nova e ultra-tecnológica invenção: A máquina simuladora de realidade. Basicamente uma tecnologia que utiliza um capacete de realidade virtual (tipo naquele anime Sword Art Online, do qual não passei do primeiro episódio) que estimularia o cérebro a fazer o indivíduo sentir-se físico num mundo irreal, como um sonho plenamente vívido. Imagine as referências à Matrix que seriam feitas (um costume bem interessante que o Super vem tendo recentemente, referenciando diversas coisas). E, sobretudo, imagine a surpresa, porque algo assim só seria revelado no final do episódio para deixar todo mundo de cabelo em pé. Goku acordando estupefato dizendo que 10 depois da derrota de Majin Boo houve um Torneio de Artes Marciais, sua neta Pan estava com 4 anos, que treinou um garoto chamado Oob no Templo Sagrado, que viajou com Pan e Trunks pelo universo em busca das esferas do dragão, que enfrentou um vilão chamado Baby, que ganhou uma transformação que era meio Oozaru meio Super Saiyajin, que os inimigos do passado escaparam do inferno, que os dois androides 17 se fundiram e todas as outras presepadas do GT. Seria ainda mais interessante ver os "GTs" dos outros personagens que experimentariam a máquina empolgados pela curiosidade.

Criativo ou insuficiente para arrumar toda a bagunça? Eu, particularmente, acho que cairia muito bem. Até acho que já posso ser contratado.

Afinal, o último episódio de Dragon Ball Z chama-se "O Sonho de Goku".




*A imagem acima é propriedade de seu respectivo autor e foi usada para ilustrar esta postagem sem fins lucrativos ou intenções relativas a ferir direitos autorais. 


Comentários

As 10 +

10 melhores frases de Vegeta

10 melhores frases de Fullmetal Alchemist

10 melhores frases de O Homem de Aço

Gifs assustadores que não vão deixar você dormir! (Especial Palhaços)

10 melhores frases de Coringa

10 melhores frases de As Terríveis Aventuras de Billy e Mandy

10 melhores frases de Cavaleiros do Zodíaco

10 melhores frases de Death Note

Baú Nostálgico #23: Inuyasha

As Meninas Superpoderosas: A História de Brenda