Estragaram Thundercats?


Nesta semana foi anunciada uma espécie de novo reboot dos Thundercats, chamado Thundercats Roar, que pretende mesclar comédia e ação, coisa que virou uma tendência nas animações, sobretudo no Cartoon Network. Assim que bati o olho nessa imagem acima, tive um misto de reações, não sei definir qual a mais acentuada... o ranço, a frustração, a ojeriza, enfim qualquer sentimento ruim que você pode direcionar à um produto audiovisual que é uma releitura de um clássico que você amava curtir na infância mas que ao mesmo tempo destroça e arruína toda a memória afetiva da sua época com a roupagem nova apresentada. O problema não é a concepção de uma nova série derivada de outra, mas seu conteúdo.

Quando esse conteúdo vai contra à proposta-chave da série preferindo se curvar para uma vertente que ela nem prezava tanto ou sequer manifestava com muita frequência na sua época dourada, aí a coisa muda totalmente de figura. Eu entendo que se volta para uma geração diferente de quem acompanhou o clássico e com toda a certeza desse mundo os fãs que acompanharam nos 80's tiveram seus olhos sangrados ao verem esse acinte de desenho animado que com apenas uma única imagem é capaz de dizer muito sobre si do que uma prévia de 3 minutos ou até mesmo convencer a pessoa de não assisti-la. Eu assisti, com muito desgosto, mas vi impulsionado por curiosidade. E não é que a presepada é das grandes? Lion-O virou um... sei lá o que diabos é essa coisa que nem ouso mais chamar de Lion-O, mais parecendo uma amálgama de orc, duende e felino. Os Thundercats viraram quiméricos abobados que vivem aventuras doidonas, coisa que é inserida na esperança de que isso favoreça alguma comicidade arrancando risadas da garotada de hoje. Esse clima loucão embalado por raios, lasers e explosões é super-divertido né? Não!

Dar abordagem forçada e ridiculamente cômica para uma série na qual o humor ficava em centésimo plano é um belo tiro no escuro. A recente versão dos Jovens Titãs está aí para provar sem deixar mentir nadinha. Parece que é algum tipo de "plano-mestre" para infantilizar abobadamente boas animações na intenção de agradar a nova geração - e o pior é que consegue - enfiando comédia estapafúrdia onde não deve. Não vou enviesar aqui para o politicamente correto, ainda que, na minha visão, haja uma correlaçãozinha sutil. Mas claro que deve-se ter em mente que são outros tempos e que trata-se de uma geração diferente da do desenho clássico. Entretanto, você sendo fã que cresceu assistindo Lion-O e sua turma naquela série com tom aventureiro e que era bem comedida em determinados gêneros... é realmente uma tremenda decepção ver que a geração atual irá consumir um Thundercats que não respira o mesmo ar destemido, péssimo em aspectos técnicos e que se encaminha para o humor estúpido que assola algumas produções. É como pegar Caverna do Dragão e refazer tudo numa pegada mais Hora de Aventura. Como água e óleo, não é uma boa combinação.

Teria sido bem mais preferível resgatarem o reboot de 2011 que mesmo não reaproveitando os designs antigos, tinha algum respeito pela essência característica da obra.

*A imagem acima é propriedade de seu respectivo autor e foi usada para ilustrar esta postagem sem fins lucrativos. 

*Imagem retirada de: http://anmtv.xpg.com.br/thundercats-roar-cartoon-network-anuncia-nova-serie/

Comentários

As 10 +

10 melhores frases de O Homem de Aço

10 melhores frases de Vegeta

10 melhores frases de Coringa

10 melhores frases de Fullmetal Alchemist

10 melhores frases de Cavaleiros do Zodíaco

10 melhores frases de Matrix

10 melhores frases de As Terríveis Aventuras de Billy e Mandy

10 melhores frases de Death Note

Gifs assustadores que não vão deixar você dormir! (Especial Palhaços)

Supergirl ainda não merece um filme