O lado bom de receber spoilers


Isto aqui serve mais como um complemento da postagem que fiz discorrendo sobre o quão errado é liberar spoilers de algum filme ou série impulsionado por grande empolgação - o que além de ser uma falta de auto-controle, é também falta de empatia -, pensando somente na própria satisfação adquirida com a experiência. Este texto é um adendo, um parêntese (e eu sou um cara que abusa dos parênteses, reconheço) do trecho onde esperançosamente afirmo que há um lado positivo em ser bombardeado por um spoiler. A maioria dos spoilers de Guerra Infinita, por exemplo, que tenho visto até agora são meramente superficiais, muito embora carreguem um peso de revelação altíssimo (já sei até o final).

O ponto onde quero chegar é: Você lê o spoiler e você acredita que é um beco sem saída. Mas e se ao invés de frustração e desânimo ocorresse um efeito inverso? Isso é possível pelo menos para filmes, séries e desenhos (ocidentais e orientais), pois à livros a coisa é diferente porque se tratando de literatura e com você tomando um spoiler de uma só linha que é bem direto o cenário tende a se diferenciar de quando ocorre com produções audiovisuais, então não há como ser a mesma coisa. Ainda que existam descrições ricamente detalhadas, se deparar com um spoiler superficial de uma obra literária não abre nenhuma chance de ser superado igualmente estando diante de spoilers de obras audiovisuais. Exemplo: Draco Malfoy matou Harry Potter com Avada Kedavra.

Pronto, já deu. Não adianta criar esperanças para apreciar a descrição da cena se você já sabe como ela resumidamente acontece. Não importa em que local ou em que período do dia a cena ocorre, o evento-chave dela foi revelado. Mesmo que você imerja na história com as descrições da cena não vai ter aquele estímulo de prosseguir avidamente para o próximo acontecimento da história sendo que o de maior impacto você já soube de antemão. Na imersão com um livro as descrições te ajudam a imaginar o cenário, juntamente às descrições dos estados emocionais dos personagens e outros detalhes. No audiovisual é muito mais expansivo e por essa razão a superação do spoiler funciona melhor, pois há outros aspectos que obviamente são ausentes numa narrativa literária. A diferença, em síntese, é: O spoiler de um livro não é facilmente relevado por conta da insuficiência das descrições que por mais detalhadas que sejam não apagam o sentimento de que a cena como um todo foi revelada antes de você chegar nela. Já o spoiler, na mesma "profundidade", de uma obra audiovisual fornece muitas dúvidas já que o formato abrange maiores possibilidades e maior variedade de elementos. O que conta é a curiosidade quanto a execução daquele momento tão importante da história e nisso o spoiler raso tem o desempenho de incitar.

Portanto, se alguém lhe conta ou você acidentalmente se pega lendo o final de um filme dito de maneira pouco descritiva, a minha dica é essa: Não achar que a experiência foi por água abaixo e pensar mais em como tal cena foi feita, orquestrada e executada. Os aspectos técnicos falarão muito mais por si do que uma revelação direta, curta e jogada. Mas ainda assim é chato saber tudo antes? De fato. Porém, seguir com essa ideia em mente pode amenizar a frustração.

*A imagem acima é propriedade de seu respectivo autor e foi usada para ilustrar esta postagem sem fins lucrativos. 

*Imagem retirada de: http://toad.com.br/2016/05/02/sobre-spoilers-e-empatia/

Comentários

As 10 +

10 melhores frases de Vegeta

10 melhores frases de Fullmetal Alchemist

10 melhores frases de Coringa

10 melhores frases de O Homem de Aço

Gifs assustadores que não vão deixar você dormir! (Especial Palhaços)

10 melhores frases de Cavaleiros do Zodíaco

10 melhores frases de As Terríveis Aventuras de Billy e Mandy

Não era pra ser Kami-Sama na dublagem? [Resposta ao Bunka Pop]

10 melhores frases de "V de Vingança"

10 melhores frases de Death Note