Jiren ataca a plateia no Torneio do Poder! Ele merecia punição?

Jiren, o mau perdedor.
Episódio 130/Toei Animation
Aconteceu algo inusitado e um tanto exagerado no episódio 130 de Dragon Ball Super durante o combate entre Goku e Jiren em seus poderes maximizados ao limite (se é que há um). Em dado momento, o cinzento, perante a visível superioridade exalada por Goku e seu Instinto Superior Aperfeiçoado, se dá conta da própria desvantagem ao ser facilmente atacado pelos golpes do adversário e num acesso de fúria dispara um ki blast (barrado por Goku que se colocou na frente) contra a plateia mirando no time do Universo 07 na arquibancada. A atitude fez evocar críticas que acusavam Jiren de estar sendo contraditório ao seus princípios de justiça, heroísmo e etc e tal. Essa situação não é simples de justificar apenas falando: "Ah, mas quem nunca perde a cabeça de vez em quando né? Ainda mais numa circunstância dessa!". Sim, o cenário é desesperador, afinal de contas é o destino do seu universo dependendo do resultado de um confronto brutal contra um oponente que se mostrou à altura do que se esperava. Tranquilidade não tem o menor espaço e chega uma hora que seu espírito competitivo aflora.

A questão pendente é: Por que os Zen'ohs não moveram uma palha quanto a esse movimento para lá de ousado do Jiren que surtou imaginando a possível derrota? Se bem que nem eles ou o Daishinkan apareceram no episódio, mas é um detalhe à parte. Vamos pensar aqui: Do ponto de vista do Jiren era plenamente coerente agir daquela maneira dada a sua garra intensa de vencer o torneio e salvar o Universo 11, então para ele seu ímpeto é defensável porque aquele é o clímax, o ápice, nada mais importa, muito menos as regras (e olhe lá se o Daishinkan suspendesse as regras era capaz dele ir partir para cima do Goku com intenção de mata-lo), o cara ficou ligado no "modo foda-se". E do ponto de vista dos Zen'ohs não havia nada de errado pela razão básica do torneio estar nos minutos finais, nunca que ele ou o Daishinkan pararia uma luta fenomenal daquelas (isso em minha opinião) para apontar infração, logo pouco ligaram pra isso por tudo se encontrar no calor do evento. Talvez foi pensado como "Oh, isso foi errado, audacioso, cartão vermelho pra ele, mas não posso fazer nada porque o show tem que continuar, então que se dane.". Com o Frost se deu diferente, ele tentou atacar Freeza da arquibancada e o mesmo foi penalizado com morte (apagado) pelos Zen'ohs. Será uma "regra implícita" não haver problema em disparar contra os espectadores da arena considerando o estágio da competição? Ainda assim não tem muita lógica essa negligência toda do Daishinkan, pelo menos uma advertência cairia bem.

Assisti o episódio sem legendas numa live e pelo que deu a entender foi uma tentativa de homicídio doloso, Jiren queria mandar todo mundo pra p*ta que p*riu e, sim, estou revoltado com essa impulsividade do personagem. No mais, foi o cúmulo do exagero o roteiro suplantar a vontade de Jiren para essa ação que em nada convenceu com o que parecia querer mostrar só para em seguida enfurecer o Goku e fazê-lo aumentar suas forças para um novo round. Não precisava. O roteiro não foi cuidadoso nesse ponto, antagonizando desnecessariamente um personagem bom.

Mas o que importa, né? Se é divertido, então tá valendo.

*A imagem acima é propriedade seu respectivo autor e foi usada para ilustrar esta postagem sem fins lucrativos. 

*Imagem retirada de: https://ovicio.com.br/dragon-ball-super-preview-do-episodio-130-traz-luta-intensa-entre-goku-e-jiren/

Comentários

  1. Dragon Ball Super tropeça no próprio roteiro desde o início meu caro. Não vou mentir, assisto desde 2015, e esperava que a história tomasse um rumo diferente do que aconteceu com Dragon Ball GT, mas não aconteceu.

    Às vezes eu acho o Super pior do que o GT, sem brincadeira nenhuma - os fanboys piram nesse tipo de comentário.

    Um texto que fiz há alguns meses teve mais de 700 acessos, 'Dragon Ball Super é uma merda', até o momento ninguém me xingou, então acho que alguém concorda comigo; ou não comentaram porque acharam que o meu site não merecia tal atenção.

    Ótimo texto o seu por sinal, abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O GT, pra mim, comete umas presepadas ainda piores (como quando Golu e Uub terminaram de treinar, ambos estavam cansados e feridos e o Dende pede para o Sr. Popo ajuda-los quando ele podia cura-los). E quanto ao Super, não acho todo esse acinte, uma afronta herética à obra que muita gente faz parecer que é (até já postei uma lista com 5 coisas que amo e odeio pra chegar num julgamento mais equilibrado). Mas, claro, não dá pra ficar aceitando qualquer coisa, Super tem uns deslizes bem feios também. Se deixar levar pelo hype não é aconselhável e muitos são propensos a ficarem cegos aos defeitos ou se fazerem de cegos e defender o indefensável. Dar sua opinião honesta, mesmo que contrária à maioria, é uma boa e respeitável atitude. Uma das melhores coisas sobre ser fã de Dragon Ball (isso vale pra qualquer coisa, na verdade) é encontrar pontos divergentes (e em comum também), o que enriquece a discussão quando não leva para o lado negro.
      Valeu pelo feedback, abraço ;)

      Excluir
    2. *Goku (eu e minha digitação perfeita rsrs).

      Excluir

Postar um comentário

Críticas? Elogios? Sugestões? Comente! Seu feedback é sempre bem-vindo, desde que tenha relação com a postagem e não possua ofensas, spams ou links que redirecionem a sites pornográficos. Construtividade é fundamental.

As 10 +

10 melhores frases de Coringa

10 melhores frases de Vegeta

10 melhores frases de O Homem de Aço

10 melhores frases de Fullmetal Alchemist

10 melhores frases de Matrix

10 melhores frases de Cavaleiros do Zodíaco

10 melhores frases de "V de Vingança"

Gifs assustadores que não vão deixar você dormir! (Especial Palhaços)

Crítica - Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar

O palhaço assassino e seu ajudante!